Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Politécnico homenageia a Câmara do Porto por ser a entidade capaz de aglutinar as forças da cidade
23-02-2018
"A Câmara do Porto é uma entidade aglutinadora das forças da cidade, que faz da cultura e do conhecimento o principal capital" de uma vivência cívica "aberta e perspetivada sobre o mundo". O Município, representado pelo seu presidente, Rui Moreira, recebeu hoje a Medalha de Mérito do Politécnico do Porto. 

O Politécnico do Porto honrou hoje a Câmara do Porto com a atribuição da Medalha de Mérito. A cerimónia decorreu no âmbito das comemorações do 33.º aniversário da instituição de Ensino Superior, realizada no Instituto Superior de Engenharia do Porto.
Na ocasião, Rosário Gamboa, presidente em fim de mandato do P.Porto, destacou a importância da Câmara como "entidade aglutinadora das forças da cidade", considerando-a um dos parceiros que mais se destacou, nos últimos 8 anos, em todos os momentos e dimensões, nomeadamente na Cultura, no Ambiente, no Empreendedorismo e em I&D.

Para a presidente, as instituições de Ensino Superior são hoje chamadas a "assumir a sua responsabilidade social de um modo mais exigente, abrindo-se ao meio, constituindo plataformas colaborativas que potenciam o papel único e insubstituível de cada um dos players".

Rosário Gamboa salientou ainda a "vitória maior" do Politécnico do Porto ao longo destes últimos anos, que foi o facto de ter construído uma rede sólida de parceiros com quem pensou e realizou projetos e iniciativas, com os quais conseguiu ter um papel decisivo na implementação de políticas, no apoio às atividades de extensão cultural, na transferência de conhecimento e empreendedorismo ou de I&D.

"Em todas estas parcerias encontrámos algum apoio, alguém que quis connosco participar na construção de um novo real", e destacou de forma especial a Câmara do Porto neste caminho que "ainda se faz": renovar o papel da instituição na sociedade, perspetivando oportunidades, parcerias e projetos, com parceiros que nos ajudam a construir o futuro.

A própria Academia, os cidadãos, as empresas e o governo devem, segundo Rosário Gamboa, ser capazes de interagir para, em conjunto, construir uma economia do conhecimento, responsável e sustentável, uma economia em co-evolução com a democracia do conhecimento, concluiu a presidente do Politécnico do Porto.

Numa cerimónia atravessada pela emoção, foram reconhecidas personalidades que marcaram indelevelmente a vida do P.Porto e da própria cidade: a título póstumo, foi atribuída a Medalha de Serviços Distintos do P.Porto a Orlando Fernandes e Francisco Beja. Com toda a audiência em pé, receberam a distinção os familiares. A mesma distinção foi também atribuída a Manuela de Melo.
Além da Câmara do Porto, também as autarquias de Vila do Conde e da Póvoa de Varzim, a AEP, a Santa Casa da Misericórdia do Porto, o Turismo Porto e Norte e a Casa da Música receberam a Medalha de Mérito do P.Porto.