Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Placa de homenagem a José Mário Branco é o próximo Objeto da Semana
04-09-2018
A placa de homenagem a José Mário Branco foi o item escolhido para a sessão da rentrée de Um Objeto e Seus Discursos por Semana. Como é habitual, a sessão coincide com abertura da Feira do Livro do Porto e está marcada para o próximo sábado, 8 de setembro, pelas 18 horas, no Auditório da Biblioteca Municipal Almeida Garrett.

O cantor e compositor, letrista e produtor, cuja carreira completa agora 50 anos, é a figura homenageada desta Feira do Livro do Porto (numa homenagem prevista para as 17 horas) sucedendo a nomes grandes como Agustina Bessa-Luís, Vasco Graça Moura, Mário Cláudio e Sophia na Avenida das Tílias, nos Jardins do Palácio de Cristal. A conversa será precisamente com o homenageado, num debate moderado por Anabela Mota Ribeiro, que integra novamente a equipa de programação. 

José Mário Branco cursou economia e história, depois de ter abandonado o estudo do violino, chamou ao seu primeiro LP um verso de Camões ("Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades", 1971), foi perseguido pela PIDE e exilado político, interveio nos palcos da música, do teatro, da televisão e do cinema, desde cedo fez produção (fez arranjos em discos de Sérgio Godinho e José Afonso; os passos que ouvimos no início de "Grândola, Vila Morena" foram por ele gravados em Paris) e já maduro voltou à universidade para estudar linguística.

A Feira do Livro está de regresso aos Jardins do Palácio de Cristal, de 7 a 23 de setembro, com uma programação de matriz revolucionária. Com especial intenção de propor um olhar mais íntimo sobre a importância da Literatura no universo da arte e, em particular, da Música, a oferta programática reserva várias novidades.

+Info: Toda a programação para consulta no Jornal da Feira do Livro do Porto 2018.