Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Percurso cultural convida a admirar as esculturas do jardim secreto do Porto
23-08-2019
A "Fonte das Virtudes", Monumento Nacional com 400 anos, "Os Quatro Cavaleiros do Apocalipse" (1970) de Gustavo Bastos, a "Roda" (2013) de Paulo Neves, a "Árvore das Virtudes" (2013) de Vítor Ribeiro e "A meio entre isto e aquilo" (2013 de Isaque Pinheiro destacam-se de entre a pedra transformada em obra artística e que está espalhada pelo Jardim das Virtudes.

Descobrir essas e mais algumas esculturas é o desafio do percurso cultural que o Museu da Cidade lança para a próxima terça-feira, 27 de agosto, pelas 15 horas, e que tem implícita a descoberta do mais desconhecido e praticamente secreto jardim do Porto.

Com a peculiaridade de ser um jardim vertical em socalcos, o Jardim ou Parque das Virtudes fica no espaço da antiga Companhia Hortícola Portuense, "por baixo" do conhecido Passeio das Virtudes e da Cooperativa Árvore, pelo que as multidões que por ali passam conhecem o jardim enquanto paisagem, mas são poucas as pessoas que nele se embrenham e dele usufruem.

Desta vez, a ideia é fazê-lo demoradamente (cerca de 120 minutos) sob a condução de Tânia Ribeiro e ficar a conhecer um conjunto de esculturas que integram o Mapa de Arte Pública do Porto e, simultaneamente, um parque urbano desconhecido que contém até algumas espécies arbóreas classificadas.

A participação tem o custo de 3 euros e o bilhete deve ser adquirido antecipadamente.

+Info: percursos.culturais@cm-porto.pt | 223 393 480