Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Património das capelas do Prado do Repouso e de Agramonte foi restaurado
26-07-2018
Está concluído o programa de restauro das capelas dos cemitérios municipais de Agramonte e do Prado do Repouso. Iniciado no primeiro trimestre do ano, contemplou o património arquitetónico, mas também bens móveis de valor artístico e histórico. 

No Cemitério de Agramonte, a intervenção beneficiou as imagens de Nossa Senhora da Soledade e S. João, que ladeiam o altar e se julga terem pertencido ao Convento de S. Bento de Avé-Maria, atual Estação de S. Bento, bem como os laterais de um altar cuja proveniência se desconhece e um anjo do séc. XVIII, que originalmente terá feito parte de uma escultura retabular, na qual existiria o seu simétrico.

Já no Cemitério do Prado do Repouso foram intervencionados quatro tocheiros atribuídos ao cenógrafo e arquiteto italiano Luigi Chiari, que trabalhou no Porto na viragem do séc. XVIII para o séc. XIX, o altar e zona envolvente, o Cristo crucificado e a porta do sacrário, onde foi desvendada a pintura original, sendo agora possível ver o ostensório.

Na capela do Prado do Repouso foi ainda colocado um oratório que pertenceu ao mercado do Bom Sucesso, retirado em 2012, aquando da reconversão deste equipamento. O oratório mantém a imagem de Nossa Senhora Auxiliadora, a quem os vendedores oravam pedindo sucesso nos negócios.

A intervenção enquadrou-se no plano da Câmara do Porto de conservação e preservação do património existente nos cemitérios municipais, representando um investimento superior a 250 mil euros.