Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Passeios pela cidade fazem parte das sugestões para um fim de semana de sol, de mercados e ofertas culturais
04-07-2020
Nas propostas para este fim de semana, o "Porto." começa por sugerir um passeio a pé pelo centro da cidade, aproveitando o facto de estarem criadas condições para usufruir de zonas pedonais temporárias em 16 artérias da Baixa. Deambule pelas feiras e mercados, perca-se em museus e, se tiver vontade, sente-se confortavelmente numa sala de cinema, sempre em segurança e com respeito pelas medidas preventivas.

O projeto das zonas pedonais temporárias, iniciado no passado mês de junho, está de volta neste fim de semana para que possa passear livremente por 16 arruamentos da Baixa e do Centro Histórico, entre Cedofeita, Passeio das Virtudes, Passos Manuel e Avenida de Rodrigues de Freitas.

A experiência, que se estende desde as 8 horas de sábado às 20 horas de domingo, é complementada por mobiliário urbano nas zonas condicionadas ao trânsito, um convite ao aproveitamento do espaço público, às deslocações a pé ou ao uso de modos suaves de transporte.

Seguindo este roteiro, vai deparar-se com várias feiras e mercados pelo caminho. Entre eles, o Mercado de Artesanato do Porto, na Praça Parada Leitão, junto à Reitoria da Universidade do Porto. De iniciativa municipal, reúne semanalmente produtos de dezenas de artesãos, que assumem todos os cuidados e medidas preventivas contra o vírus.

E se ainda não se abasteceu dos melhores produtos frescos, fica a sugestão para o fazer no Mercado Temporário do Bolhão, que regressou ao horário normal e aos sábados fica aberto até às 18 horas.

Feitas as compras, o "Porto." redireciona as propostas para atividades culturais, conjugadas com a descoberta de espaços verdes de referência na cidade.

Na Galeria Municipal do Porto, estão patentes duas exposições a não perder. "Máscaras (Masks)", com a curadoria de João Laia e Valentinas Klimasauskas, é uma exposição composta por vários artistas e que propõem um olhar sobre a profunda reformulação em curso das nossas várias identidades históricas, sociopolíticas, sexuais e transcendentais.
Já "Apesar de não estar, estou muito", com curadoria de João Ribas, apresenta-se como uma retrospetiva do artista Diogo Jesus, que reúne as suas obsessões autobiográficas e a sua perspetiva da cultura popular.

De forma a garantir a segurança do público e dos funcionários, o número máximo de visitantes encontra-se limitado a 30 (20 no piso 0 e 10 na mezzanine) e o uso de máscara, a higienização das mãos e o cumprimento da distância social de dois metros são obrigatórios.

E - impossível passar despercebido - ali ao lado, estão os Jardins do Palácio de Cristal, onde pode desfrutar de um merecido descanso depois da caminhada.

Durante a noite deste sábado, dia 4, o "Porto." sugere que assista, já que está nas proximidades, a uma sessão noturna, ao ar livre, da iniciativa cultural da Universidade do Porto "Noites no Pátio do Museu". A decorrer durante todo o mês de julho, no pátio do polo central do Museu de História Natural e da Ciência da U.Porto, a partir das 21,30 horas de hoje, poderá assistir a uma sessão do tema "As Novas viagens philosophicas - Um mundo de espécies no equador", comentada por Martim Melo, coordenador de exploração do MHNC-UP e investigador do CIBIO-inBIO. 

Ainda no Teatro Municipal Campo Alegre, com a chegada no mês de julho, estreia o filme "Martin Eden" de Pietro Marcello, um dos mais promissores cineastas do novo cinema italiano.

Com várias sessões ao longo de todo o fim de semana, esta é uma ótima sugestão para aproveitar a abertura das salas de cinema e assistir a um dos grandes filmes de época, incluído na Seleção Oficial em Competição no Festival de Veneza.