Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Passeio histórico à boleia do Rolls-Royce em que andou o presidente Américo Tomás
05-07-2019
É de carrinho, ou melhor, de carrão que se faz a viagem histórica promovida neste sábado, 6 de julho, pelo ciclo Um Objeto e seus Discursos por Semana: nada mais, nada menos do que um Rolls-Royce Phantom V digno de um Presidente da República e de um Rei.

A proposta é um passeio pela história do automóvel e de Portugal e a condução é assegurada por um Professor de História e por um especialista em restauro automóvel, estando a "partida" marcada as 18 horas no Museu dos Transportes e Comunicações (entrada gratuita, mas sujeita à lotação do espaço).

Com matrícula de novembro de 1960, este Rolls-Royce Phantom V foi adquirido pelo Estado Português no ano seguinte e colocado ao serviço da Presidência da República para o chamado "serviço extraordinário especial". Foi o carro do então Chefe de Estado, o Almirante Américo Tomás, em numerosos atos oficiais e cerimónias protocolares.

Objeto de desejo para muitos colecionadores, apenas se fabricaram 516 exemplares deste Phantom V. E é curioso o facto de que o último "serviço extraordinário especial" da viatura ocorreu aqui no Porto, em novembro de 2016, quando, em plena Avenida dos Aliados, transportou os Reis de Espanha na sua visita oficial.

O Rolls-Royce Phantom V integra orgulhosamente a exposição "O motor da República: os carros dos Presidentes" e, em conjunto com outros veículos que estiveram ao serviço da Presidência desde 1910, convida a uma viagem pela História da República Portuguesa.

Nesta sessão do ciclo Um Objeto e seus Discursos por Semana, a socióloga Adriana Almeida, coodenadora do Serviço Educativo e de Animação do Museu dos Transportes e Comunicações, vai guiar o especialista em restauro automóvel Luís Cunha, que é secretário-geral do ACP Clássicos e membro da Comissão Internacional Histórica da FIA, e o Professor de História Contemporânea na FLUP Jorge Fernando Alves, investigador do CITCEM, pela conversa em torno do papel do Porto na História da República e de uma das viaturas que transportou Presidentes e ilustres convidados.