Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Parque Oriental vai duplicar dimensão após processo de despoluição do rio Tinto em curso em Gondomar e Porto
21-02-2017

O Parque Oriental do Porto é já hoje uma realidade de que desfrutam milhares de pessoas, mas o processo de despoluição do rio Tinto, atualmente em curso através de uma parceria entre as duas Câmaras Municipais, vai permitir a sua expansão brevemente. Rui Moreira visitou ontem o parque.


A notícia faz parte da última edição do jornal Porto. e diz que está dado mais um importante e decisivo passo para a devolução da massa de água despoluída ao rio Tinto, que atravessa o Parque Oriental, na freguesia de Campanhã.


Na sequência do projeto conjunto que a Câmara do Porto iniciou em 2015 com a Câmara de Gondomar, vão avançar já no primeiro semestre deste ano as obras para a construção do exutor que ligará a ETAR de Rio Tinto, em Gondomar, à estrutura congénere do Freixo, no Porto, numa intervenção financiada pelo programa POSEUR.


Após a conclusão dos trabalhos, o Parque Oriental será desenvolvido e ampliado, passando a ter o dobro da dimensão que tem hoje e constituindo-se como um importante equipamento para a qualidade de vida na zona oriental da cidade, podendo a sua área chegar aos 20 hectares. Da parte do Município do Porto, a obra estará a cargo da empresa municipal Águas do Porto.