Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Oupa! pedem ajuda para estúdio
04-01-2016

Projeto que emanou do programa Cultura em Expansão e nasceu no Bairro do Cerco, em Campanhã, está a ganhar dimensão e quer agora materiais para montar estúdio de gravação. Para isso, apelam no Facebook à doação de equipamento audio, revestimentos, instrumentos musicais, cabos e microfones, que se vão juntar ao que já existe e resulta do impulso inicial adquirido com o apoio da Câmara do Porto.


"OUPA!" é o projeto de residência artística de quatro meses, que decorreu em 2015 e incluiu jovens do Bairro do Cerco, montado e financiado no âmbito do programa da Câmara do Porto "Cultura em Expansão". Contou com as colaborações de Capicua, da psicóloga Gisela Borges, do músico André Tentúgal e do videasta Vasco Mendes.



Agora, os Oupa! querem levar mais longe o sonho e montar no Bairro do Cerco um estúdio de gravação. Para doar, até ao final de janeiro, sugerem um contacto através do email oupacerco@gmail.com ou dos telefones 918 935 339 e 916 288 492.



O projeto visa estimular o espírito DIY e reforçar a identidade cultural e a autoestima dos jovens da zona Oriental do Porto através da palavra e da música, permitindo a diluição de barreiras culturais e vivenciais entre o bairro e a cidade, dando visibilidade ao território e potenciando o sentimento de pertença dos participantes.



As oficinas de rap, vídeo e performance que decorreram em 2015, no Cerco, resultaram num espetáculo, que teve lugar no Teatro Rivoli, e também num documentário que foi exibido no festival PortoPostDoc e pretende revelar todo o "caminho" do Cerco até ao grande palco. O projeto mantém-se, em 2016, noutras zonas da cidade, sempre no âmbito do programa Cultura em Expansão, impulsionado pela Câmara do Porto e com a mesma equipa.



A extensa programação da edição de 2015 do "Cultura em Expansão" decorreu nos seguintes bairros e zonas da cidade: Aldoar, Bonfim, Bouça, Cerco, Ilha da Bela Vista, Pasteleira e São Vitor, com mais de 40 sessões nas áreas do teatro, dança, literatura, cinema, música e performance.







O projeto Cultura em Expansão contou em 2015 com a parceira da Fundação Manuel António da Mota (Mota-Engil).