Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Os caminhos do Cemitério de Agramonte à luz da vida e poesia de Gustavo Salvini
30-08-2017

Estão de regresso as visitas do XII Ciclo Cultural dos Cemitérios do Porto, após a pausa para férias. Este sábado, 2 de setembro, pelas 15,30 horas, os caminhos a percorrer são os do Cemitério de Agramonte, sob a temática "A vida e os poetas de Gustavo Romanoff Salvini (1825-1894)".


Conduzida pela musicóloga e soprano Tânia Valente, que será acompanhada pelo pianista Bernardo Menezes, serão visitados os túmulos de Alexandre Braga, letrista e tradutor de poesia para canções de Salvini, de Johanna Lehmann Andresen, aluna de Salvini e a quem este dedicou duas canções do Cancioneiro Musical Português e de Karl Emil Biel, que foi o primeiro dos editores a quem Salvini recorreu para editar o Cancioneiro.


Nas relações familiares serão visitados os túmulos de Aurélia de Morais Sarmento, nora de Salvini e uma das primeiras mulheres a licenciar-se em Medicina em Portugal, e de Bertino Daciano, que foi casado com uma neta de Salvin e o principal responsável por não deixar cair no esquecimento a memória do cantor lírico. Bertino Daciano reeditou o Cancioneiro e editou trabalhos que contribuíram para o reconhecimento do papel Gustavo Salvini.


Por fim, junto ao túmulo do próprio Gustavo Romanoff Salvini, será explicado como um professor italo-russo de canto do séc. XIX foi um pioneiro na preocupação com a questão do canto na Língua Portuguesa, numa época em que cantar ópera em italiano era uma prática comum.

 

+Info: Todas as visitas terão tradução para Língua Gestual Portuguesa (LGP), por solicitação na pré-inscrição, com antecedência mínima de 2 dias úteis.

As visitas são gratuitas, sendo necessária pré-Inscrição: parquesurbanos@cm-porto.pt