Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Ordem dos Economistas afirma que o Porto é o município com as contas mais sustentáveis do país
07-05-2019
No Rating Municipal Português (RMP), estudo divulgado esta terça-feira pela Ordem dos Economistas, o Porto surge como o município financeiramente mais sustentável entre as autarquias do país.

Na categoria dos municípios de grande dimensão, a cidade do Porto ocupa o lugar cimeiro quando analisada a performance financeira, incluindo as despesas de capital per capita, o endividamento ou as receitas correntes per capita, avança o "Jornal de Negócios". 

Também nas dimensões conjugadas de governança, serviço à população, sustentabilidade financeira e desenvolvimento económico e social, o Porto está entre os municípios melhor qualificados. 

Como constata o jornal, os resultados do estudo indicam que é pela sustentabilidade financeira que o Porto sobe bastante neste ranking, uma vez que há apenas três anos estava no 17.° lugar na avaliação geral. De acordo ainda com o RMP, tal situação deve-se também "ao desenvolvimento económico e social" da cidade.

Este estudo analisou os 308 municípios nacionais e contou com a participação de elementos do Tribunal de Contas, Inspeção-Geral de Finanças e Associação Nacional de Municípios, entre outros.

No Relatório de Gestão de 2018, recentemente aprovado pelo Executivo e Assembleia Municipal, pela primeira vez em 12 anos, os auditores retiraram a condição de reserva às contas do Município do Porto, passando a classificá-las com "ênfase".