Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Obra de Siza Vieira em destaque na Bienal de Arquitetura de Veneza
21-03-2016

O projeto "Onde Álvaro encontra Aldo" foi o escolhido para representar Portugal na Bienal de Arquitetura de Veneza deste ano, que abre a 28 de maio e termina a 27 de novembro. Esta exibição de arquitetura centra-se na obra de Álvaro Siza Vieira, numa mostra com curadoria dos arquitetos Roberto Cremascoli e Nuno Grande, comissariada por Carlos Moura-Carvalho.




Focado na obra de Siza Vieira, o projeto centra-se na temática da habitação social e percorre as intervenções do arquiteto português em diferentes bairros do Porto, Berlim, Haia e Veneza.


"Sinto-me bastante honrado por ter sido escolhido e profissionalmente é bom revisitar uma obra que realizei. Para ver o que foi bem e mal feito. Neste caso, fiquei muito satisfeito", afirmou Siza Vieira, durante a conferência de imprensa de apresentação da Bienal, que decorreu hoje à tarde na Livraria Circo de Ideias, no Porto, e que contou com a presença, entre outros, do ministro da Cultura, João Soares, do presidente da Câmara, Rui Moreira, e do diretor-geral das Artes, Carlos Moura-Carvalho.


Durante a conferência de imprensa foi revelado também que o artista plástico José Pedro Croft vai representar Portugal na Exposição Internacional da Bienal de Arte de Veneza de 2017. O comissário da representação portuguesa será o historiador de arte e curador João Pinharanda.


A 15.ª Bienal de Arquitetura de Veneza vai ter como curador geral o chileno Alejandro Aravena e decorrerá de 28 de maio a 27 de novembro de 2016.