Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

O Dia do Gato é celebrado no Porto todos os dias
08-08-2019
Um dos mais populares animais de estimação tem hoje o seu dia internacional, mas o Porto celebra quotidianamente o gato.

O gato tem dois dias oficiais (o Dia Internacional, a 8 de agosto, e o Dia Mundial, a 17 de fevereiro), mas o Porto assinala todos os dias a ligação deste animal ao ser humano. E a cidade fá-lo, não apenas com atos simbólicos, mas com ações concretas que passam pelo respeito e bem-estar, ao mesmo tempo que promove melhores condições de saúde pública.

Com efeito, está no terreno uma campanha de adoção responsável, já desde janeiro, que visa reduzir a taxa de abandono de animais, promovendo a esterilização e a vacinação, a par da identificação dos proprietários. Além disso, o Município deu um passo mais importante ainda em fevereiro último, ao assinar um protocolo com duas Associações de Proteção Animal para implementação do programa CED (Captura - Esterilização - Devolução) de gatos na cidade.

O programa tem em conta que estão legalizadas mais de 20 colónias de gatos no Porto, distribuídas por diversos pontos da cidade. Os locais de alimentação estão devidamente sinalizados, sendo da responsabilidade das associações a manutenção da higiene no local.

A alimentação e manutenção das colónias têm regras próprias, pelo que é proibida a deposição de comida nos locais fora do âmbito do programa, o que ajuda a evitar a proliferação de pragas, como pombas e gaivotas.

Por outro lado, o estímulo à adoção inclui conselhos para esta seja consciente e responsável, dado que ter um animal de estimação representa um grande compromisso e envolve vários aspetos: disponibilidade financeira, disponibilidade de tempo, disponibilidade emocional, disponibilidade de espaço. A decisão de levar para casa um animal de companhia implica um compromisso de cuidar dele ao longo de toda a sua vida, pelo que é desaconselhada a adoção por impulso e uma grande reflexão sobre se se reúne todas as condições.

Entretanto, um novo CRO - Centro de Recolha Oficial de Animais está em fase final de construção na Travessa de Águas Férreas, em Azevedo de Campanhã, numa parcela de terreno junto ao Viveiro Municipal.

A nova infraestrutura possui todas as condições para o acolhimento e bem-estar dos animais, aumentando a capacidade total de acolhimento de 94 boxes nas antigas instalações para 220.

Em articulação com a Direção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV), está ainda garantida a disponibilidade para o apoio ao alojamento de animais em quarentena provenientes de outros países e, sempre que necessário, o acolhimento de outras espécies.

Acresce que a separação física e funcional do serviço de adoção e do serviço de recolha oficial permitirá melhorar o serviço prestado e potenciar a adoção responsável dos animais disponíveis para adoção.