Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

O Andante chega a novas linhas e mais operadores
31-01-2018
O Andante, título para os transportes públicos da Área Metropolitana do Porto (AMP), é válido a partir de amanhã em linhas da Auto Viação Pacense e da Auto Viação Landim, bem como nas ligações da Resende em Matosinhos. 

Conforme se lê na página na Internet do Andante, a partir desta quinta-feira, 1 de fevereiro, este Rede Intermodal oferece "mais mobilidade, integrando novas linhas e novos operadores".

No caso dos percursos da Auto Viação Pacense, passa a haver uma "integração parcial" no sistema, designadamente das linhas 2001, 2002, 2005, 2012, 2014, 2047, 2048 e 2052.

Também a partir de quinta-feira há um novo operador privado a integrar o Andante - a Auto Viação Landim -, com os seus percursos Alfena/Porto, das linhas 1001, 1002, 1004 e 1007, e Pinheiro Manso/Porto, da linha 1100.

De igual modo, todas as linhas de transporte público em Matosinhos serão integradas na rede Andante. Ou seja, passam a integrar o Andante as quatro linhas da Resende que estavam ainda fora deste sistema (116, 120, 122 e 123).

O alargamento do Andante tem sido uma prioridade da Área Metropolitana do Porto.

A partir de abril, os utentes dos transportes públicos da AMP poderão utilizar o "anda", uma aplicação móvel do sistema Andante (que apenas estará disponível para Android) que vai permitir desmaterializar o título.

O "anda" surge por iniciativa do TIP - Transportes Intermodais do Porto, que é constituído pela Metro do Porto, Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP) e CP - Comboios de Portugal, em colaboração com os operadores de transportes e a Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.