Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Novas sessões públicas de "Práticas Pós-Nostálgicas"
02-10-2019
Está já a decorrer o curso de reflexão em arte contemporânea "PRÁTICAS PÓS-NOSTÁLGICAS" e as próximas sessões públicas decorrem nestas quinta e sexta-feiras, dias 3 e 4.

Segundo curso da edição de 2019 dos Colectivos Pláka, o curso teve início no passado fim de semana. À semelhança dos restantes cursos, "PRÁTICAS PÓS-NOSTÁLGICAS" apresenta sessões públicas abertas a todos os interessados, as quais acompanham o programa de exploração das possibilidades que a investigação e a intervenção curatorial e artística podem oferecer na preservação e integração de histórias coletivas em desaparecimento.

Depois das primeiras dessas sessões públicas, que decorreram nos dias 28 e 29 de setembro com Aneta Szylak, Elena Lacruz e Anton Kats, nas instalações da empresa municipal Águas do Porto, a iniciativa desta quinta-feira conta com Jonas Zukauskas para apresentar "The Baltic Pavilion, o projeto" às 18,30 horas. E, na sexta-feira, Solvita Krese apresenta "Festival Survival Kit: plataforma de transformação sociopolítica e urbana", também às 18,30 horas.

Jonas Zukauskas é um arquiteto cujo trabalho pretende rearticular a arquitetura dentro de uma ecologia mais vasta de práticas espaciais. Através da investigação e de projetos curatoriais e arquitetónicos, Zukauskas procura criar novos vínculos entre sociedades passadas e futuras e o seu ambiente.

Solvita Krese é curadora e diretora do Latvian Centre for Contemporary Art desde 2000. Comissariou numerosas exposições internacionais de grande dimensão e foi a comissária do Pavilhão da Letónia na Bienal de Veneza em 2015 e 2019. Em 2009, fundou o festival anual de arte contemporânea Survival Kit, sendo desde então a curadora do mesmo.

"PRÁTICAS PÓS-NOSTÁLGICAS" tem a orientação de Inês Moreira - arquiteta, curadora e investigadora, cujo trabalho curatorial e de investigação se dedica a edifícios abandonados, espaços pós-industriais e outros territórios artificiais - e de Aneta Szylak - curadora, teórica da arte, escritora e responsável pela criação do NOMUS - Novo Museu da Arte em Gdansk, na Polónia. O curso conta com convidados de diversas abordagens e práticas contemporâneas que têm desenvolvido o seu trabalho em diferentes contextos europeus.

O terceiro e último curso dos Colectivos Pláka de 2019, "LOVE AND GARBAGE", decorrerá entre 5 e 8 de dezembro com condução pelo coletivo multidisciplinar londrino Assemble, vencedor do Turner Prize 2015.

O programa completo de "PRÁTICAS PÓS-NOSTÁLGICAS" pode ser consultado AQUI.