Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Nova escola Pallco de artes performativas quer atrair ao Porto alunos estrangeiros
18-04-2018
O primeiro conservatório de dança e música da cidade do Porto nasce amanhã. Chama-se Pallco - Performing Arts School & Conservatory, quer atrair alunos estrangeiros e praticantes de algumas modalidades habituais de ginásio, bem como eventos nacionais e internacionais. 

A nova escola, dirigida pela fundadora da Oporto Ballet School - Espaço Dança, Sofia Marques dos Santos, está focada no ensino das artes performativas da dança, música e teatro musical, tanto na vertente profissional como lúdica. Situado na Prelada, frente à Escola EB 2,3 Maria Lamas, o Pallco representa um investimento superior a 1,7 milhões de euros e dispõe de 2 400 metros quadrados, destacando-se um auditório com 200 lugares.

"Com estas qualidades e o potencial que a escola oferece, estamos em condições de atrair alunos estrangeiros como nunca foi possível em Portugal", diz Sofia Marques dos Santos. A bailarina e professora de dança admite também que "é possível conquistar uma grande atenção internacional e conseguir parcerias já iniciadas com escolas de renome", abrindo as portas à realização de importantes eventos culturais na cidade.

Além disso, a diretora aponta que o Pallco, com autonomia pedagógica sob tutela do Ministério da Educação, "é mais do que uma escola de artes" pois dispõe também de serviços complementares para os seus alunos, que vão da fisioterapia à nutrição, do mind coach à podologia, passando pelo apoio escolar e explicações individuais e de grupo. Disponibiliza ainda atividades como Pilates, Yoga, Body & Mind, ginástica, treino funcional, sénior training, ballet para adultos, dança contemporânea para adultos, Salsa fit e danças de salão.

Para tudo isso, o Pallco estende-se por dois pisos com amplos estúdios de dança e de música, várias salas polivalentes, o grande auditório e um jardim exterior privado com 1 000 metros quadrados, o que permitirá acolher eventos nacionais e internacionais de diversa natureza, como afirma Sofia Marques dos Santos.

A bailarina inaugura o novo projeto nesta quinta-feira e conta desde logo com os cerca de 150 alunos da Oporto Ballet School, que fundou em 2003 e cuja insígnia OBS irá manter para os concursos internacionais. Também os atuais alunos das escolas de ensino regular e os alunos das escolas de artes performativas vão transitar para o Pallco.