Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Noite de ciência no bar para falar de fármacos, energia sustentável e sexologia
29-11-2017
A ciência volta a ser servida à mesa nesta quinta-feira, 30 de novembro, no Pinguim Café, um bar na Rua de Belmonte, 65, no centro histórico do Porto. A partir das 21,30 horas, entre bebidas e amigos, vai falar-se de química e engenharia sustentáveis e de sexologia clínica.

A iniciativa denominada PubhD Porto (pub de bar e PhD de doutoramento) integra um movimento internacional de divulgação da ciência que surgiu em Nottingham, na Grã-Bretanha (2014) e chegou ao Porto por iniciativa de três investigadores de instituições universitárias da cidade, Filipa Ribeiro, Nuno Francisco e Ricardo Ferraz, em janeiro de 2017.

Os anfitriões da noite serão Ricardo Ferraz, Raquel Pereira e Zenaida Mourão, investigadores e cientistas que vão divulgar a sua "arte" de forma criativa informal.

Ricardo Ferraz é professor na Escola Superior de Saúde do Politécnico do Porto, doutorado em Química Sustentável pela Universidade Nova de Lisboa, onde desenvolveu uma tese sobre "Líquidos aplicados a Fármacos", visando a reciclagem de fármacos e a otimização de propriedades desses compostos. Tenta transmitir o seu fascínio pela ciência, através da participação nos blogs Scientificus e no AstroPT e na organização das sessões de PubhD e vai falar sobre química sustentável.

Raquel Pereira é investigadora na equipa do SexLab - Grupo de Investigação em Sexualidade Humana, na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto (FPCEUP), onde colabora com diversos estudos de natureza clínica e laboratorial na área da saúde sexual e disfunção erétil. Ao PubhD Porto vem explicar o seu doutoramento que visa conhecer e compreender a vivência sexual de pessoas com diversos tipos de incapacidade física. A psicóloga pretende melhorar o apoio prestado a estas pessoas para lidarem com os seus desafios a nível da sexualidade, com enfoque no aperfeiçoamento de estratégias cognitivas e afetivas.

Zenaida Mourão começou o seu percurso universitário pela Economia, enveredando depois pelo curso de Química na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP). Seguiu para o doutoramento num tema que pretendia caracterizar detalhadamente as estruturas de moléculas quase uma a uma. Um dia quis aprender um pouco mais sobre os impactos ambientais na sociedade humana atual, e por isso, ainda antes de terminar o doutoramento, começou um curso em Sistemas Sustentáveis de Energia na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP).

O PubhD Porto tem uma frequência mensal, acontecendo sempre na última quinta-feira de cada mês, no Pinguim Café.