Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Noite da Passagem de Ano faz-se com plano especial de mobilidade e segurança
27-12-2018

A cidade do Porto oferece aos munícipes e visitantes uma Passagem de Ano feliz e segura, com promessa de bom tempo. À semelhança do que tem acontecido nos últimos anos, o epicentro dos festejos é a Avenida dos Aliados, local que servirá de palco ao concerto de Pedro Abrunhosa e ao tradicional fogo-de-artifício. Aconselha-se o uso do transporte público, mas há opções de mobilidade pensadas para quem pretende deslocar-se no seu próprio veículo.


A festa da Passagem de Ano é só dia 31, mas a partir de dia 29 de dezembro está montado pelo Município do Porto um grande Plano de Mobilidade e Segurança que se integra nos festejos.

Neste sábado, o concerto de Diogo Piçarra, na Avenida dos Aliados, tem início às 22,30 horas e, no dia seguinte, a tradicional Corrida de São Silvestre chega com 15 mil participantes e outros tantos milhares de pessoas para assistir.

Por isso, a melhor solução para chegar ao centro da cidade nos três últimos dias de 2018 e usufruir do programa de festas preparado pela Câmara do Porto, através da empresa municipal PortoLazer, será mesmo o transporte público, salientou o diretor municipal de Mobilidade e Transportes, Manuel Paulo Teixeira, na conferência de imprensa que esta manhã teve lugar no Centro de Gestão Integrada.

Segundo o responsável, que explicava o Plano de Mobilidade já articulado entre a Câmara, as forças de segurança e demais entidades que estão presentes naquele centro operacional do Município (Proteção Civil e INEM incluídos), o apelo à utilização do transporte público tem como atrativo o reforço das ofertas da STCP, Metro do Porto e CP, quer ao nível de intensificação de horários quer no maior número de composições disponíveis.

No entanto, para quem não pretende abdicar da viatura própria, a opção mais viável será a utilização dos parques periféricos, fora das zonas com mobilidade condicionada, que oferecem um regime especial para estacionamento. Ou ainda há a opção da aplicação My Táxi, que terá pontos de rebatimento próximos da Avenida dos Aliados.
Quem quiser trazer o seu próprio carro também não pode esquecer que há condicionamentos de trânsito no centro da cidade a reter: sábado (29) , domingo (30)  e segunda-feira (dia 31) .

Monitorização em tempo real no CGI 

Rui Moreira destacou o papel do Centro de Gestão Integrada (CGI), a funcionar 24 horas por dia, agregando num único espaço os serviços responsáveis pela Mobilidade, Polícia Municipal, Bombeiros, Proteção Civil e Ambiente e, no caso dos grandes eventos, acolhendo ainda elementos da PSP e INEM.

"A monitorização é feita em real time", asseverou o autarca, que recordou ainda que esta adequação da cidade à festa da Passagem de Ano não tem mais do que 5 anos. Desde então, a adesão de pessoas que escolhem a Avenida dos Aliados para celebrar o novo ano tem aumentado exponencialmente, daí o grau de exigência ser hoje maior.

"Estamos convencidos de que estão reunidas todas as condições para que munícipes, turistas e visitantes possam estar tranquilos e se divirtam", disse o presidente da Câmara do Porto.

Nessa medida, o papel das forças de segurança é fundamental, que o diga o comandante da PSP Porto, superintendente-chefe Paulo Pereira Lucas. A operação montada nasce da "articulação entre Polícia de Segurança Pública, Polícia Municipal, Proteção Civil e INEM" e seguirá a linha de atuação dos anos anteriores. O responsável assegurou "capacidade reativa" imediata perante uma eventual necessidade de intervenção, garantida por um corpo de profissionais com experiência em eventos que atraem multidões.

Otimista, Rui Moreira referiu ainda que "o São Pedro vai ajudar" à festa, pelo que estima que a Avenida dos Aliados receba cerca de 200 mil pessoas.

E, na manhã do dia 1 de janeiro de 2019, o autarca garantiu que o Porto "acordará sem as marcas normais dos foliões", pois, à semelhança dos anos anteriores, as equipas municipais de limpeza atuarão logo após a grande noite, deixando a cidade sem resquícios do ano velho.