Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

No dia do rali no Porto os Clássicos Desportivos também deram espetáculo
19-05-2018
No âmbito da Porto Street Stage aceleraram também os Clássicos Desportivos. Vale a pena recordar a performance-espetáculo de pilotos ao volante de viaturas dos anos 60, 70 e 80, que cumpriram duas passagens pela classificativa desenhada na Baixa do Porto.

Numa tarde de grandes emoções, antes das especiais a contar para o Rally de Portugal, o traçado de 1,95 km criado para o Vodafone Rally de Portugal recebeu viaturas "vintage" a Renault 4L, Renault Alpine, Fiat 131 Abarth, Porsche 911 Carrera, Ford Escort 2000, Opel 1904, Ford Cortina Lotus, Ford Escort 2000 ou Datsun 260Z.

Depois dos Clássicos Desportivos, iniciou-se a Street Stage do Rally de Portugal. Em aceleração máxima, sucederam-se duas provas cronometradas. Tal como havia sucedido em 2016, o belga Thierry Neuville foi o mais rápido. Perante mais de 100 mil pessoas, o piloto da Hyundai e outros grandes pilotos ao nível mundial deram espetáculo nas ruas da Baixa.

Do dia do rali no Porto fica a memória de um evento realizado sem percalços, que fez vibrar o público: das bancadas esgotadas aos espectadores que ocuparam os muitos espaços de acesso livre ao longo do percurso, foi grande a moldura humana.