Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

National Geographic está amanhã no Porto para debater o futuro do planeta
28-04-2019

A 3.ª edição do National Geographic Summit, marcada para a tarde desta segunda-feira, na Casa da Música, apresenta como novidade no painel de oradores Claire Sancelot, ativista do movimento Desperdício Zero.


"Ouvir o planeta a partir do Porto" é o mote para esta iniciativa que desafia os portugueses a assumirem o compromisso de escolher entre o planeta Terra ou o plástico. Entre os oradores, estão por isso algumas das mais proeminentes vozes que trabalham em prol da proteção do planeta e da conservação das espécies.

O último nome lançado pela organização, que estará amanhã na Casa da Música, é demonstrativo desse compromisso. Claire Sancelot, ativista do movimento "Desperdício Zero", irá dar a conhecer o seu percurso, desmistificar o tema relativo ao desperdício e partilhar sugestões sobre como eliminar ou reduzir os plásticos descartáveis e o lixo no dia-a-dia.

Junta-se aos oradores Brian Skerry, um dos principais fotógrafos subaquáticos do mundo e National Geographic Photography Fellow, sendo ainda uma das principais vozes da conservação marinha. As suas imagens premiadas mostram as condições adversas sob as quais as espécies marinhas se encontram e oferecem esperança para a proteção da vida nos oceanos.

O painel integra também Lucy Hawkes, que foca a sua investigação nas migrações feitas pelas aves e algumas espécies marinhas, trazendo a palco a perspetiva dos animais relativamente à poluição dos oceanos através do plástico.

Marca igualmente presença a investigadora Paula Sobral, bióloga, especialista em microplásticos e lixo marinho, fundadora e presidente da Associação Portuguesa do Lixo Marinho.

Além disso, este ano o Summit conta com a presença de Jamie Butterworth, responsável pela gestão de investimentos na Circularity Capital, que vai falar sobre a economia circular.

Sobre esta 3.ª edição do evento, Luís Fernambuco, diretor-geral da National Geographic Partners Portugal, refere em comunicado que o objetivo é "através dos testemunhos daqueles que investigam e procuram soluções para a problemática do plástico descartável, dar maior visibilidade à dimensão do problema, mas também contribuir com pistas e caminhos para a sua resolução".

O compromisso "Planeta ou Plástico" foi lançado em 2018 pela National Geographic a nível mundial e, nesta conferência, vai procurar levar os portugueses a pensar e a agir quando colocados perante a opção de escolher entre o futuro do nosso planeta ou a continuação da utilização de plástico descartável.

Acreditando que a mudança de comportamentos começa também pelos mais novos, a organização consagra um momento inteiramente às crianças. O Summit Junior decorre igualmente no dia 29 de abril, entre as 10,30 e as 12 horas, juntando alunos do 5.º e 6.º ano de todo o país.

Todos os anos, 9 milhões de toneladas de lixo acabam no oceano e estima-se que aí vão permanecer por mais de 450 anos, segundo dados da National Geographic. Metade do plástico foi produzido nos últimos 15 anos, mas está a impactar drasticamente o futuro do planeta, gerando milhões de toneladas de resíduos que acabam, maioritariamente, nos oceanos, ameaçando os ecossistemas marinhos.

A 3.ª National Geographic Summit realiza-se entre as 15 e as 19 horas desta segunda-feira, dia 29 de abril.