Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

National Geographic alerta no Porto para o perigo de extinção dos tubarões
24-05-2019
Uma das mais emblemáticas exposições da National Geographic, "Sharks, Uma missão de Brian Skerry", é inaugurada nesta sexta-feira na Galeria da Biodiversidade - Centro Ciência Viva do Museu de História Natural e da Ciência da Universidade do Porto.

Com assinatura de Brian Skerry, fotógrafo e fotojornalista da National Geographic especializado em vida marinha e ambientes subaquáticos, tem como objetivo alertar o público para o perigo da extinção dos tubarões, despertar consciências e ultrapassar mitos e oferece uma nova perspetiva sobre estes predadores do oceano, para sublinhar a importância da sua proteção.

No Porto, e pela primeira vez em Portugal, será possível entrar numa "Shark Cage" semelhante à utilizada por Brian Skerry nas suas expedições. Nesta instalação imersiva, os visitantes podem viver a experiência de estar no fundo do mar, em plena observação científica e nadar com os tubarões.
Todos os anos, cerca de 100 milhões de tubarões são capturados de forma acidental ou para comercialização das suas barbatanas, fazendo com que muitas espécies estejam à beira da extinção e alterando de forma dramática a biodiversidade marinha, já que estes predadores são essenciais para manter o equilíbrio dos ecossistemas.

Com uma paixão especial por estes animais, Brian Skerry conta com mais de 10 mil horas de mergulho, tendo realizado 14 viagens à volta do mundo para fotografar as mais variadas espécies, entre as quais o tubarão-tigre, o tubarão-branco e o tubarão-azul.

"Sharks, Uma missão de Brian Skerry" está patente na Galeria da Biodiversidade de 24 de maio a 31 de dezembro de 2019, de terça-feira a domingo, das 10 às 18 horas. Os bilhetes para a exposição podem ser adquiridos no local ou online.