Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Músicos consagrados e novos valores juntam-se para o Outono em Jazz
08-10-2019
A sétima edição do ciclo Outono em Jazz leva mais de uma dezena de concertos à Casa da Música, a partir desta quinta-feira, dia 10, apresentando nomes consagrados e novos valores até 4 de novembro.

O concerto de abertura, com entrada livre, é protagonizado pelo Tatadios Cuarteto de Martin Sued, compositor, arranjador e bandoneonista argentino. O músico, que lançou já dois discos com esse quarteto, integra também o Chiche Trio e o duo Sued-Nikitoff. E lançou recentemente "Iralidad", o seu primeiro álbum de composições próprias para bandoneón solo, já apresentado em vários pontos do mundo (semelhante a uma concertina, o bandoneón é utilizado principalmente na região do Rio da Prata, Uruguai e Argentina, onde é o principal instrumento da orquestra de tango). Martin Sued tem ainda colaborado em concertos e/ou gravações de artistas como Milton Nascimento, Gilberto Gil, Zeca Pagodinho, entre muitos outros.

Além deste concerto de abertura, na noite de quinta-feira, o Outono em Jazz vai fazer desfilar pela Casa da Música muito mais da "melhor música que se faz sob a capa abrangente de um género marcado pelo culto da improvisação e da inovação". Para tal, conta com o trompetista e compositor norte-americano Theo Crocker (neto do trompetista Doc Cheatham e discípulo de Donald Byrd) ou a influente dupla Kevin Hays e Lionel Loueke.

Um dos pontos aldo do programa é a atuação do mítico The Arte Ensemble of Chicago, no dia 15, que assim contempla o Porto na digressão internacional com que está a celebrar os seus 50 anos. E traz ainda dois dos membros originais do grupo: Roscoe Mitchell e Don Moye.

Os saxofonistas sueco Ilhan Ersahin, que desde há 25 anos explora o jazz e o funk a partir da música turca, e brasileiro Esdras Nogueira, que reinterpreta o álbum "Transa" lançado por Caetano Veloso em 1972, são outros dos nomes a considerar.

O programa inclui ainda o coletivo brasileiro de choro Água de Moringa e o pianista Carlos Fuchs; o quinteto do contrabaixista polaco Wojtek Mazoleweski; a festa da "Bossa Nova anos 60" com a dupla João Cavalcanti e Marcelo Caldi e o Quarteto do Rio, Roberto Menescal, Wanda Sá e Rodolfo de Carvalho; a formação ucraniana Pokaz Trio do pianista Andrei Pokaz com o baixista Yevgeny Myrmyr e o baterista Alexandre Lebedenko; o trio de Rabou Abou-Khalil, Joachim Kühn e Jarrod Cagwin com a junção de sons do Líbano, Alemanha e Médio Oriente.

Portugal está representado neste festival pelo trio de Ricardo Toscano, pelo guitarrista Manuel de Oliveira e o quarteto de Rodrigo Amado.

No último dia de outubro, o casal russo Oleg Butman e Natália Smirnova apresentam o disco "Moment of Happiness", encerrando este ciclo a 4 de novembro com o baterista Mark Guiliana.