Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Música barroca toca na Igreja dos Grilos pelos 350 anos de Couperin Le Grand
07-03-2018
O órgão de São Lourenço - na igreja com o mesmo nome mas vulgarmente chamada Igreja dos Grilos - assinala hoje os 350 anos do nascimento do mestre barroco François Couperin (1668-1733), com um recital que junta nomes de excelência.

Pelas 19 horas, as sopranos Orlanda Velez Isidro e Eduarda Melo e o Ludovice Ensemble, que integra Sofia Diniz na viola da gamba e Fernando Miguel Jalôto no órgão, interpretam as "Trois leçons des Ténèbres" do compositor, organista e cravista francês, que ficou conhecido como "Couperin Le Grand" para ser distinguido dos outros membros também talentosos da sua família.

"Trois leçons des Ténèbres" (algo como "Três lições das trevas") é uma alegoria dos três dias de lamento desde a crucifixação de Cristo até à ressurreição.

De acesso livre, este é o segundo recital do ciclo barroco que está a desenvolver-se naquele órgão até dezembro e que assinala também os 20 anos do seu restauro. 

O ciclo "O Órgão de São Lourenço" é organizado pelo Seminário Maior do Porto e pelo Museu de Arte Sacra e Arqueologia, sendo a direção artística de Fernando Miguel Jalôto.