Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Morreu Guilherme Pinto autarca de Matosinhos e um dos fundadores da Frente Atlântica do Porto
08-01-2017
A Câmara Municipal de Matosinhos comunicou esta manhã que o presidente Guilherme Pinto faleceu esta madrugada, vítima de doença. O autarca, um dos fundadores da Frente Atlântica do Porto, morreu em casa, junto da família e de modo tranquilo, após mais de dois anos de luta contra a doença.


O presidente será velado no salão nobre dos Paços do Concelho até às 15,30 horas de amanhã, segunda-feira. Seguirá depois para a igreja do Bom Jesus de Matosinhos, onde, pelas 16 horas, será celebrada uma missa de corpo presente, presidida pelo bispo do Porto, D. António Francisco dos Santos.

Guilherme Pinto era presidente da Câmara de Matosinhos, tendo sido eleito, como independente, para o cargo que também ocupou anteriormente pelo PS. Em 2014, após ter ganho as eleições em 2013, formou com Rui Moreira e com Eduardo Vítor Rodrigues (Vila Nova de Gaia) a Frente Atlântica do Porto, "Liga de Cidades" que permitiu aos três municípios concertarem políticas em vários domínios, evitarem a duplicação de eventos e infraestruturas, realizarem grandes eventos desportivos e culturais em coordenação e co-organização e lutarem, politicamente, em dossiês como os da "fusão das águas" e dos transportes coletivos.

Na passada segunda-feira anunciou a renúncia ao mandato, por motivo de doença. Guilherme Pinto lutava contra o cancro há cerca de dois anos.