Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Metro do Porto celebra 15 anos com 635 milhões de clientes e rede em expansão
06-12-2017
A 7 de dezembro de 2002 foi inaugurada a Linha Azul, que, à data, ligava as estações da Trindade e Senhor de Matosinhos, num percurso com 12 km e 18 estações. Um momento histórico para a cidade, que assim viu concretizado o sistema de metro ligeiro da Área Metropolitana do Porto, que combina uma rede ferroviária subterrânea com linhas à superfície e em canal segregado.

Amanhã, são assinalados os 15 anos do Metro do Porto, com 635 milhões de clientes, 90 milhões de quilómetros percorridos, uma rede com 6 linhas, 67 km e 82 estações, que serve sete concelhos da área metropolitana e movimenta, aproximadamente, 60 milhões de clientes por ano. Paralelamente, encontra-se a decorrer o concurso para a construção das duas novas linhas da rede, a Linha Rosa (G) - que vai ligar a estação de São Bento à Casa da Música - e o prolongamento da Linha Amarela (D) até Vila d'Este, em Vila Nova de Gaia, que deverão iniciar a operação comercial em 2022, segundo informação da Metro do Porto.

De recordar que o ano de conclusão da primeira fase, 2006, ficou marcado pela finalização da Linha Vermelha, com a abertura do segmento Pedras Rubras/Póvoa do Varzim, bem como da Linha Verde, com o segmento Fórum Maia/ISMAI, e pela abertura de duas novas estações na Linha Amarela: IPO e Hospital de S. João. Nesse mesmo ano, foi também inaugurada a Linha Violeta (E), entre o Estádio do Dragão e o Aeroporto, sendo que, pela primeira vez, um aeroporto nacional era servido por uma rede de Metro. 

Em 2011, encerra-se mais um importante capítulo na história do Metro do Porto: a 2 de janeiro, é inaugurada a Linha Laranja (F), fazendo a ligação a Gondomar. Na margem sul do Douro, a Linha Amarela volta a crescer, chegando agora a Santo Ovídio. Terminada a segunda fase de expansão da rede, o Metro do Porto contava com 67 km de extensão e 81 estações.

Já em 2017, em julho, abriu ao público a 82.ª estação do sistema: a VC Fashion Outlet/Modivas, na Linha Vermelha, que, apenas nos três primeiros meses, gerou um acréscimo de 92 mil validações na rede.

O Metro do Porto assumiu, também, um papel de relevo em momentos de celebração na Área Metropolitana, como a noite de São João, a Passagem de Ano, festivais de música, Queima das Fitas e, mais recentemente, nas noites de verão, com o Move Porto.
Segundo comunicado da empresa, é estimado que, até 2030, os benefícios sociais e ambientais gerados pelo Metro atinjam os três biliões de euros, um valor substancialmente superior ao investimento realizado na construção de toda a infraestrutura.


O programa de aniversário

O programa das comemorações é vasto e começa cedo com uma emissão especial do programa da RFM "Café da Manhã" a ser servido diretamente da Estação da Trindade, entre as 7 e as 10 horas.

Nesta estação, a festa vai durar até às 21 horas, com música ao vivo e vários DJs convidados. Estarão em funcionamento alguns bares e haverá surpresas nos vários pisos da estação onde se cruzam todas as seis linhas do Metro. Mas a música vai circular em toda a rede, quer no interior dos veículos quer em muitas das estações.

A partir das 23,30 horas, a Estação de S. Bento transforma-se no palco para uma grande festa, que se prolongará pela noite fora com os DJs RFM Rich e Mendes.


O Metro do Porto em Grandes Números e Factos (2002-2017)

6 linhas 

82 estações

67 km de rede

635 milhões de clientes... quase 62 vezes a população de Portugal

90 milhões de quilómetros percorridos... 2250 voltas completas ao planeta Terra

464 mil m2 de áreas verdes... equivalente a meio Parque da Cidade

Serve 7 concelhos da Área Metropolitana do Porto: Porto, Maia, Matosinhos, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, Vila Nova de Gaia e Gondomar

Redução anual de 62 mil toneladas em emissões de CO2

Redução do tráfego automóvel anual em 13 mil veículos

Poupança média de 199 horas (também anual) aos utilizadores da rede

O sistema tem capacidade para transportar 9 mil pessoas por hora em cada sentido, em cada uma das linhas

Média mensal de 5 milhões de clientes

Média de utilização diária na ordem das 220 mil pessoas

Arquitetos responsáveis pelo projeto das estações do Metro do Porto: Eduardo Souto Moura (projetista da rede) e Álvaro Siza Vieira (autor, com Souto Moura, do projeto da Estação de S. Bento)