Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Mercado do Bolhão avança com unanimidade política na Câmara do Porto
15-11-2016

O lançamento do concurso para o restauro e modernização do Mercado do Bolhão foi hoje levado a reunião de Câmara, assim como o contrato que permitirá instalar temporariamente os comerciantes no Centro Comercial La Vie. As decisões sobre essa matéria ou foram aprovadas por unanimidade ou apenas com uma abstenção, gerando-se um largo consenso político em torno deste grande projeto para a cidade. Vereadores da maioria e da oposição congratularam-se por, finalmente, estar em curso uma obra que a cidade pedia há décadas.


Além de explicada a forma como vai ser lançado o concurso de 25 milhões de euros, pelo prazo de 24 meses, foi explicada também como funcionará a comunicação, nomeadamente, o plano de comunicação e marketing do mercado temporário do Bolhão. O próprio edifício, durante a obra, será "embrulhado" com painéis que, numa primeira fase, serão direcionados para o mercado temporário que ficará situado no Centro Comercial La Vie.


Neste Natal, todos os comerciantes ficarão no mercado e só em meados do próximo ano arrancarão as obras no edifício, que receberá uma cave técnica, que será acedida a partir da Rua do Ateneu Comercial, para não perturbar o trânsito e a tranquilidade em torno do mercado. Quanto ao modelo de gestão, Rui Moreira prometeu um mercado público, de frescos, tradicional e que o edifício manterá a sua traça e características atuais. Um mercado para os próximos 100 anos, como quis sublinhar.


Além dos vereadores, tiveram hoje intervenção na reunião Oliveira Dias, presidente do Conselho de Administração do Mercado Abastecedor, e ex-vereador da Câmara do Porto, que afirmou que "este é o projeto em que me revejo". Também Cátia Meirinhos, administradora da empresa municipal GOP e Nuno Nogueira Santos, adjunto do presidente Rui Moreira, explicaram, respetivamente, o programa do concurso e a comunicação do mercado temporário.