Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Novo Mercado de Artesanato
06-09-2015

O artesanato tem um novo cenário no Porto. Com a Torre dos Clérigos e a Reitoria da Universidade por companhia, desde ontem que o Mercado do Artesanato se realiza com melhores condições e por iniciativa da Porto Lazer. Este novo mercado agrega cerca de 80 comerciantes que se estendem pela Praça Parada Leitão e pelas traseiras da Reitoria, junto à entrada do  Museu da UP e jardim da Cordoaria, possuindo ali melhores condições para a exposição e venda dos seus artigos e aliviando a Ribeira da enorme pressão que ali está criada com o turismo e o comércio.


Com a colaboração dos comerciantes, está assim criado um novo espaço para o mercado, permitindo-se agora a todos os que usufruem do espaço da Ribeira, uma melhor visibilidade do Rio Douro e do seu magnífico cenário.


Ontem, na estreia deste novo mercado, Rui Moreira, acompanhado pelo vereador da fiscalização e proteção civil, Sampaio Pimentel, e pelo comandante da Polícia Municipal, Leitão da Silva, visitou o local e falou com cada um dos comerciantes que se mostraram conformáveis com a escolha da Câmara e revelaram estar a fazer um "bom negócio" no novo mercado.


Sem registar as desconfortáveis enchentes que a Ribeira apresenta, e com música de fundo, o Mercado do Artesanato, que se realiza agora aos sábados das 9 às 20 horas, no horário de verão, e das 10 às 18 horas, no horário de inverno, atraiu, contudo, muita gente interessada em comprar e que se dividia entre portuenses e turistas.


Para Rui Moreira, a remodelação que a Câmara do Porto implementou em relação à localização dos mercados do Porto, "é fundamental não apenas para a subsistência dos comerciantes mas também para a sustentabilidade do turismo na cidade", explicando que "não podemos ter demasiada pressão em determinadas zonas quando temos ainda espaço livre na cidade para onde podem ser deslocalizados eventos e animação, alargando a mancha do turismo". O presidente da Câmara lembra que "a Ribeira e a baixa do Porto em geral, não podem ser a Dineylândia, e a Ribeira é, talvez, o espaço da cidade que corre mais riscos nesta altura, pelo que a temos que aliviar de pressão", afirmou, lembrando a opção que também já foi tomada nas duas últimas festas de São João, em que Rui Moreira optou por não autorizar a colocação de qualquer palco naquele local, "por razões de segurança e estratégia de animação" daquela noite festiva.


O novo Mercado de Artesanato é um dos primeiros dez a receberem a designação "Mercado Urbano do Porto", o selo de qualidade promovido pela Porto Lazer, em articulação com o Pelouro de Fiscalização e a Polícia Municipal. Da lista de eventos com o novo selo fazem parte os seguintes mercados:


Mercado Porto Belo

Local: Praça Carlos Alberto

Horário: Todos os sábados |10h00-19h00

 

Mercadinho dos Clérigos

Local: Rua Cândido dos Reis

Horário: 2º e último sábado de cada mês |10h00-20h00

 

Feira de Artesanato Urbano "Família desce à rua"

Local: Rua Galerias de Paris

Horário: 1º fim de semana (sábado e domingo) e 3º domingo de cada mês |10h00-19h00

 

Mini Porto Belo

Local: Praça Carlos Alberto ou outro

Horário: sem periodicidade definida

 

Urban Market

Local: Praça das Cardosas ou outro

Horário: sem periodicidade definida

 

Pink Market

Local: sem local definido

Horário: sem periodicidade definida

 

Flea Market

Local: sem local definido

Horário: sem periodicidade definida

 

Mercadinho da Ribeira

Local: Lado poente do Cais da Ribeira

Horário: De quinta a domingo, entre março e outubro | 10h00 às 20h00 | Entre junho e setembro o horário poderá ser alargado até às 22h00

 

Mercadinho da Sé

Local: Largo do Redondelo

Horário: De quinta a domingo, entre março e outubro | 10h00 às 20h00 | Entre junho e setembro o horário poderá ser alargado até às 22h00

 

Mercado de Artesanato do Porto

Local: Praça Parada Leitão e traseiras do edifício da Reitoria da Universidade do Porto

Horário: todos os sábados |10h00 às 18h00

Data: A partir de 5 de setembro

 

A partir de setembro serão avaliados novos apoios e definidas novas regras de regulação para o próximo ano.