Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Mas, afinal, quem inventou o parquímetro?
25-09-2016

Rui Moreira explica hoje, na sua crónica semanal num jornal diário, a situação nacional quanto à existência de estacionamento pago à superfície, revelando que são 70 as cidades portuguesas onde os aparelhos existem. Uma delas é Matosinhos, onde o sistema foi concessionado e as áreas pagas alargadas recentemente, por proposta do vereador da CDU. O presidente da Câmara já se tinha referido a esse facto, em reunião de Câmara e em Assembleia Municipal, depois do PCP ter sido o único partido, no Porto, a contestar a actual concessão no Executivo Municipal e de manter uma posição contrária acerca da necessidade de regular desta forma o estacionamento na cidade.


Segundo Rui Moreira, também em Lisboa a proposta para expandir os parquímetros a toda a cidade recebeu o voto favorável da CDU e sem votos contra. Na capital, existem já 50 mil lugares pagos, contra apenas seis mil no Porto.


Depois de fazer um historial sobre a existência do estacionamento pago à superfície na via pública, que se iniciou nos Estados Unidos em 1935 e que inclui o Porto desde 1982, o autarca lembra ainda: "Resta dizer que o estacionamento pago não tem como único objeto a receita municipal. Faz parte de uma estratégia de mobilidade, garantindo a rotação do estacionamento, evitando que este se faça em segunda fila. E isso resulta num benefício óbvio, quer para os moradores que assim encontram lugar com mais facilidade, quer para os comerciantes que assim têm melhores acessibilidades para os seus clientes", e ironiza "Seja como for, posso garantir que não inventei os parquímetros, não alterei as zonas onde podem ser instalados e a única alteração de preço que fiz foi reduzir a avença anual dos moradores de 400 para 25 euros."


Rui Moreira faz ainda alusão a campanhas anónimas e políticas para prejudicar a aplicação do sistema no Porto: "Compreendo os anónimos, cuja natureza cobarde mais vale ignorar, o que inclui emails, panfletos e páginas de Facebook. Só não compreendo o PCP, porque me parece evidente que taxar o estacionamento é uma medida protetora dos residentes, comum a quase todas as cidades do mundo, promotora do transporte coletivo e defensora do ambiente. Também não compreendo porque, em Matosinhos, foi o vereador comunista a propor, este ano, a duplicação dos lugares de estacionamento pago naquela cidade vizinha ao Porto, e que decidiu concessionar o sistema."


"O parquímetro foi inventado por Carl C. Magee em Oklahoma City, em 1935", explica, prosseguindo; "Está instalado em 70 cidades em Portugal e existe no Porto desde 1982. Faço este esclarecimento porque uma estranha coligação entre o PCP e alguns anónimos tem procurado passar a ideia de que fui eu que inventou o aparelho que serve, em todo o Mundo, para regular o estacionamento público nas cidades."


Na sua página oficial de Facebook, Rui Moreira faz ainda um "SABIA QUE", onde resume alguns dados curiosos:


SABIA QUE:
_________________
Em Matosinhos, foi o vereador comunista a propor a duplicação do estacionamento pago que decidiu concessionar?
_________________
Foi com o voto favorável do PCP que a Câmara de Lisboa decidiu estender os parquímetros a toda a cidade?
_________________
Que o documento aprovado em Lisboa com o voto favorável do PCP e sem votos contra justifica o alargamento com os pedidos dos moradores?
_________________
Que há parquímetros em 70 cidades portuguesas, incluindo aquelas onde o PCP detêm a presidência?
_________________
Que o parquímetro foi inventado em 1935 nos Estados Unidos?
_________________
Que existem parquímetros no Porto desde 1982?
_________________
Que o valor anual para residentes, no Porto, baixou de 400 para 25 euros no Porto neste mandato e é dos mais baixos do País.
_________________
Que no Porto existem agora 6 mil parquímetros e em Lisboa 50 mil?
_________________
Que há parquímetros em 70 cidades portuguesas, incluindo aquelas onde o PCP detêm a presidência?
_________________
Que o estacionamento pago faz parte de uma estratégia de mobilidade, garantindo a rotação do estacionamento, evitando que este se faça em segunda fila?
_________________
Que, no Porto, o PCP votou contra o que defende nos outros municípios e que mais nenhuma força política se opôs à instalação de parquímetros e à concessão do sistema?
_________________
Que não inventei os parquímetros, não alterei as zonas onde podem ser instalados e a única alteração de preço que fiz foi reduzir a avença anual dos moradores?


Ler mais em: http://www.cmjornal.pt/opiniao/colunistas/rui-moreira/detalhe/nao-inventei-o-parquimetro