Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Marca "Porto." é destaque em grande conferência de design no Médio Oriente
26-03-2019

A Design Muscat, conferência internacional que vai debater em Omã o papel do design nas economias, inclui no seu programa o case-study da marca "Porto.", criada em 2014 pelo Município. Rui Moreira e Eduardo Aires, designer responsável por esta nova forma de comunicar visualmente a cidade, já reconhecida internacionalmente com vários prémios e distinções, participam no evento que se realiza de 15 a 17 de abril.


O presidente da Câmara do Porto e o autor da marca "Porto." integram o painel de oradores convidados da conferência logo na manhã do dia de abertura, a 15 de abril.

Eduardo Aires será speaker de um debate que vai refletir sobre as especificidades de cada território e na forma como estes devem moldar-se à linguagem visual. "Se o briefing é para projetar a identidade de uma cidade que, por sinal, é Património Mundial, é na própria essência do território que se encontram as soluções mais adequadas", refere o programa na nota introdutória à participação do designer portuense.

Já a intervenção de Rui Moreira, correlacionada com o anterior tema, vai focar-se no proveito que a cidade extraiu com a criação de uma marca própria, hoje reconhecida internacionalmente. Quer seja pela captação de investimento externo, pelo turismo ou pelo facto de o Porto ser na atualidade palco de grandes eventos à escala mundial, as vantagens para a economia inerentes a este trabalho de branding são notórias.

Na mesma manhã, a Design Muscat acolhe ainda mais participantes lusos na conferência, como o artista plástico Francisco Laranjo ou Inês Pires, especialista em política internacional e investigadora em design público e cultural.

Organizada pelo português radicado em Mascate, Rui Weiner, a conferência volta a receber o presidente da Câmara do Porto e o designer que criou a marca da cidade no terceiro e último dia (17 de abril), num painel que tem como pano de fundo o Museu Nacional de Omã e que conta com a participação do conceituado designer brasileiro Fred Gelli ou Khalid Al Mahrouqi, um reconhecido empreendedor e empresário de Omã, entre outros.

Neste encontro, que pretende condensar os assuntos debatidos ao longo de três dias de Design Muscat, os oradores são sobretudo convidados a medir a escala de valor do design, da arte e da arquitetura no impulso da economia e da competitividade.