Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Maratona do Porto juntou mais de 15 mil participantes
06-11-2017

Os quenianos Jackson Limo e Monica Jepkoech, que bateu o novo recorde feminino da prova, venceram no domingo a 14.ª Maratona do Porto. Os portugueses Daniel Pinheiro e Salomé Rocha foram as grandes surpresas, terminando ambos no segundo lugar.

Juntando mais de 15 mil participantes de 69 nacionalidades no conjunto das três distâncias - os 42 km da Maratona, os 15 km da Family Race e os 6 km da caminhada Fun Race -, esta 14.ª edição decorreu em condições quase ideais: só mesmo o vento acabou por prejudicar os atletas em competição na segunda metade da prova rainha do atletismo, que uma vez mais se desenvolveu ao longo das marginais do Porto, Matosinhos e Vila Nova de Gaia.

 

Recorde no feminino


Entre as mulheres, a queniana Monica Jepkoech, vencedora da Meia Maratona do Porto em setembro passado, não só confirmou o favoritismo que lhe era apontado como também estabeleceu um novo recorde da Maratona do Porto, com 2h26m58s. Ou seja, bateu o registo de 2h29m13s conseguido no ano passado pela sua compatriota Loice Kiptoo.

Salomé Rocha foi a sua principal adversária, liderando a prova até cerca do quilómetro 24. Contudo, a atleta portuguesa quebraria na parte final, chegando mesmo a ponderar a desistência, como revelou no final. Cortaria a meta na segunda posição, em 2h31m01s. A etíope Chaltu Bedo Negashu foi terceira, em 2h43m41.


Já nos homens, o domínio da corrida - que geriu sozinho nos últimos 10 quilómetros - pertenceu ao também queniano Jackson Limo. O atleta ficou longe do recorde (2h09m51s) da Maratona do Porto, estabelecido em 2011, mas chegou ao Queimódromo sem qualquer concorrência, cortando a linha de meta ao fim de 2h11m34s, o que significa o quarto melhor registo de sempre na prova. E ofereceu ao Quénia o 13.º triunfo em 14 edições na Maratona do Porto no setor masculino.

A grande surpresa foi mesmo o português Daniel Pinheiro, segundo classificado com 2h417m17s (mais 6m23s que o vencedor), na prova em que se estreou com a camisola do Águias de Alvelos. Mesmo admitindo que o objetivo era tentar chegar nas 2h15m, Daniel Pinheiro revelou-se "muito feliz" com este resultado, que significa "25 anos de dedicação" e o seu novo máximo pessoal na distância.

O pódio masculino ficou completo com Okubay Tsegay, atleta eritreu que completou os 42,195 km em 2h19m06s, mais 7m31 que o primeiro.


Competição, desafio, convívio e animação voltaram a estar associados a uma iniciativa que teve também uma faceta solidária: permitiu angariar fundos a favor da Casa do Caminho, uma instituição de acolhimento de crianças e primeira unidade de emergência infantil do norte do país, e alimentos para a Legião da Boa Vontade.

 

CLASSIFICAÇÕES

Maratona - Masculinos:

1º. Jackson Limo (Quénia), 2h11m34

2.º Daniel Pinheiro (Águias de Alvelos), 2h17m57

3.º Okubay Tsegay (Eritreia), 2h19m06

4.º Jesus Arturo Esparza (México), 2h19m44

5.º Workneth Serbessa (Etiópia), 2h20m05

6.º Eliud Sugut (Quénia), 2h20m48

7.º Edwin Kiyeng (Quénia), 2h21m01

8.º Emanuel Bor (Quénia), 2h26m57

9.º Carlos Costa (C.D.S. Salvador do Campo), 2h26m50

10.º Pedro Palma (Portugal), 2h26m52

 

Maratona - Femininos:

1.º Monica Jepkoech (Quénia), 2h26m58

2.º Salomé Rocha (Sporting CP), 2h31m01

3.º Chaltu Bedo Negashu (Etiópia), 2h43m41

4.º Amare Mekasha (Etiópia), 2h46m08

5.º Rosa Madureira (FC Penafiel), 2h48m33

6.º Lídia Pereira (CDR da Gandra - Trutas do Mau), 3h04m01

7.º Ana Rocha Gonçalves (individual), 3h11m41

8.º Inês Guilherme de Melo (individual), 3h11m45

9.º Paula Lage (ISAG), 3h12m55

10.º Sylviane Poncelet (França), 3h13m10