Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Maratona do Porto é cada vez mais internacional
30-10-2017

Agendada para o próximo domingo, a 14.ª edição da Maratona do Porto foi oficialmente apresentada ao início desta tarde, no Salão Árabe do Palácio da Bolsa. A organização confia que serão batidos os recordes da distância, tanto no setor masculino como no feminino. E anunciou que o número de participantes internacionais chega este ano aos 32 por cento do pelotão.

 

Quando faltam exatamente seis dias para o tiro de partida, foi oficialmente apresentada esta tarde, no Salão Árabe do Palácio da Bolsa, a 14.ª edição da Maratona do Porto, a maior do género em Portugal em termos de participantes e a única em território nacional com percurso homologado internacionalmente para efeitos de registo oficial de melhores marcas.

 

Desde a sua primeira edição, em 2004, então com 317 atletas à partida, a Maratona do Porto tem vindo a registar um crescimento exponencial, juntando há um ano mais de seis mil atletas de 58 países, enquanto no conjunto de todas as vertentes (Maratona, Family Race e Fun Race) o número superou já os 14 mil participantes, sendo que 27 por cento corredores estrangeiros.

 

Apesar de as inscrições para a edição deste ano não estarem ainda fechadas, a organização anunciou já o primeiro recorde batido, uma vez que o número de participantes estrangeiros superou agora os 32 por cento, tornando assim a Maratona do Porto uma prova cada vez mais internacional. Para esta edição, estão já inscritos corredores de 68 nacionalidades dos cinco continentes.

 

Mas este não será o único recorde a ser batido no próximo domingo, acredita a organização. De acordo com Jorge Teixeira, diretor geral da Runporto, a qualidade dos atletas de elite inscritos permite antever, com alguma segurança, que serão batidos os atuais recordes da prova, tanto no setor masculino (2h09m51s, tempo conseguido pelo queniano Philemoh Baaru em 2001) como no setor feminino (2h29m13s, este conseguido em 2016, pela também queniana Loice Chebet Kiptoo).

 

O outro recorde que a organização ambiciona bater é o do número de finalizadores, fixado em 4.748 desde a última edição.



 

Com partida agendada para as 9,00 horas, junto ao Sea Life, e final no Queimódromo do Porto, a prova vai evoluir, como habitualmente, pelos concelhos do Porto, Matosinhos e Vila Nova de Gaia, num percurso que muitos consideram ser um dos mais bonitos de todas as grandes maratonas internacionais. Esta opinião foi mesmo reforçada por Jéssica Augusto: a atleta coloca a Maratona do Porto "ao nível das seis majors" [provas do campeonato internacional para maratonistas] em que já participou e é por isso com conhecimento de causa que diz ser "uma das mais bonitas do mundo".

 

Para além da prova rainha, com os clássicos 42,195 km, serão também disputadas, em paralelo, a Family Race, na distância de 15 km, e a Fun Race, esta numa extensão de 6 km e com partida às 10,30 horas.

 

Como afirma Nuno Lemos, administrador da empresa municipal PortoLazer, "uma maratona é provavelmente a prova desportiva mais emblemática de uma cidade". Lembrando que à faceta de alta competição se associa o envolvimento de atletas informais e do público em geral, destacou a existência, ao longo dos 42 km de percurso, de vários pontos de animação. Ou seja, uma prova desta envergadura tem várias vertentes - desportiva, económica e de lazer.


O levantamento dos dorsais é feito durante a Expo Maratona, localizada no Centro de Congressos da Alfândega do Porto, e que decorrerá nos dias 3 e 4 de novembro, no horário compreendido entre as 10 e as 19 horas. Para além do levantamento dos kits de participantes, o espaço acolhe uma feira dedicada ao Running, a "Pasta Party", um concerto de Fado e ainda várias conferências dedicadas ao Running.