Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Maratona do Porto bateu recorde nacional com 4042 maratonistas
02-11-2014
A Maratona do Porto, que hoje se realizou, bateu vários recordes, com 15 mil pessoas evolvidas nas três corridas (Maratona, Meia-Maratona e Mini-Maratona). A prova principal, ganha pelo etíope Workneh Serbessa, em 2h13m10s, registou mais de quatro mil atletas à partida, o que constitui novo recorde nacional. A Maratona do Porto é também a única com percurso homologado, podendo as suas marcas serem registadas internacionalmente.

O português Rui Pedro Silva conseguiu hoje o segundo lugar na 11.ª edição da Maratona do Porto e em terceiro ficou o queniano Gaikarira Moses.


No "top-10" masculino, nota para a presença de seis atletas lusos, enquanto entre as 10 primeiras mulheres ficaram sete portuguesas, entre as quais Luísa Oliveira, que completou a maratona em 2h40m33s e conquistou a medalha de prata. A etíope Marta Tigabea Mekonen foi a vencedora da prova feminina.


A 11.ª Maratona do Porto percorreu três cidades (Gaia, Porto e Matosinhos) e contou com mais duas vertentes (provas dos 16 quilómetros e dos seis). No total juntou 15 mil corredores, tendo servido de palco a uma homenagem a Aurora Cunha que recebeu das mãos do secretário de Estado do Desporto, Emídio Guerreiro, o Prémio Ética Desportiva.


Em jeito de balanço, Jorge Teixeira, em nome da organização a cargo da RunPorto, que contou com o apoio da Câmara Municipal do Porto, classificou o evento com "um êxito".


"Quando eu acreditei nisto há 11 anos, vi que o fenómeno da maratona é um fenómeno desportivo mas muito mais transversal. É um fenómeno de turismo desportivo. Se pensarmos que nas três vertentes, estão aqui mais de quatro mil estrangeiros, isto significa economia. E numa altura em que Portugal tem sempre tão más notícias, é uma grande notícia o que a Maratona do Porto está a dar a Portugal", referiu.