Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Legado literário de Manuel António Pina é recordado até à próxima quarta-feira
19-11-2018

As jornadas internacionais que evocam o 75.º aniversário do nascimento de Manuel António Pina (1943-2012) estão de regresso ao Porto, naquele que é o terceiro ato de "Desimaginar o Mundo". Até quarta-feira, as iniciativas culturais incluem uma mesa-redonda, um colóquio e a leitura de textos e poemas do jornalista, escritor, dramaturgo e poeta.


Já passaram por Lisboa e São Paulo (Brasil) várias atividades associadas às jornadas "Desimaginar o Mundo - Manuel António Pina 2018", uma iniciativa que resulta de uma parceria que envolve a Câmara do Porto e diversas outras entidades.


Agora de regresso ao Porto - após o lançamento da iniciativa ter decorrido na cidade no início do mês de novembro - as jornadas internacionais recordaram neste domingo a data que marcaria o 75.º aniversário de M. A. Pina, na Biblioteca Municipal Almeida Garrett. A celebração ganhou forma na apresentação do filme-documentário "As Casas Não Morrem", numa "Conversa entre Amigos" e na exposição "Os Livros", com obras e manuscritos do poeta e jornalista.


Para hoje mesmo, entre as 15 e as 17 horas, está marcada uma mesa-redonda com ilustradores e professores que irão debater os "Mundos Desimaginados", também na Biblioteca Municipal Almeida Garrett.


Amanhã, terça-feira, o ponto alto da programação acontece com o colóquio "Desimaginar o Mundo", que decorrerá entre as 9,30 e as 17,30 horas, no Salão Nobre do Palacete dos Viscondes Balsemão. Terá como oradores Arnaldo Saraiva, Maria João Reynaud, Osvaldo Silvestre, Gustavo Rubim, Paola Poma, Rui Lage e Pedro Eiras.


As atividades das jornadas internacionais que disseminam o "inestimável legado" literário de M. A. Pina, mas que também procuram "salientar e reforçar a sua indelével influência crítica e marca artística em diferentes áreas do pensamento social, cultural e literário", culminam na quarta-feira, às 21,30 horas, com a leitura de textos e poemas de Manuel António Pina na Galeria MIRA.