Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

La Cité du Vin em Bordéus dedica exposição de outono ao Porto e Douro vinhateiro
24-07-2018
"Porto e Douro, uma alquimia de ar, terra e água" é o título da exposição a inaugurar-se no dia 5 de outubro no museu La Cité du Vin, o primeiro votado à cultura vitivinícola e cuja arquitetura se tornou já numa referência na paisagem da região francesa de Bordéus. A mostra ficará patente até 6 de janeiro.

A cada outono, a Fondation pour la Culture et les Civilisations du Vin (Fundação para a Cultura e as Civilizações do Vinho), responsável pela Cité du Vin, dedica uma grande exposição a um território vinícola (região ou país). Depois da Geórgia, em 2017, a entidade elegeu para 2018 o Porto e o Alto Douro. Na base da escolha, como é referido em comunicado de imprensa, está o facto de esta ser a primeira região de Denominação de Origem Protegida no mundo, com a paisagem inscrita na lista do Património Mundial da Unesco.

A exposição tem curadoria de Nuno Faria, atual diretor artístico do CIAJG - Centro Internacional das Artes de José de Guimarães, e de Églantina Monteiro, antropóloga e diretora da Companhia das Culturas. Pretende levar os visitantes a "descobrir a riqueza histórica e a qualidade do património" existente no Norte de Portugal.

A Cité du Vin é um lugar cultural de nova geração, único no mundo, onde se exprime a alma do vinho, através de uma abordagem imersiva e sensorial e no centro de uma arquitetura evocativa. Propõe de forma constante um programa de exposições temporárias, workshops e outras atividades.

A escolha do Porto não será alheia ao facto de a cidade pertencer à Rede de Grandes Capitais de Vinhedos (Great Wine Capitals - GWC), com crescente relevância nas rotas do enoturismo.