Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Jovens investigadores do Porto representam o país na final de concurso europeu
21-09-2017
Três jovens investigadores do Ensino Secundário do Porto representam Portugal na final europeia do European Union Contest for Young Scientists (EUCYS), que tem início nesta sexta-feira em Tallinn, na Estónia.

Eduardo Nogueira, Francisca Martins e Gabriel Silva são alunos do 12.º ano do Colégio Luso-Francês, que criaram um fungicida natural à base de uma macroalga (Corallina sp.) para inibir o crescimento e, assim, combater o fitopatogénico P. cinnamomi que é responsável pela doença-da-tinta em inúmeras espécies florestais.

Os três anos de estudo que o projeto ShealS (Sea Heals Soil) acumula permitiram aos jovens investigadores obter resultados considerados muito importantes: dos 353 ensaios in vitro realizados, a Corallina sp., presente em toda a costa portuguesa, inibiu em 63% o crescimento de P. cinnamomi, resultado muito promissor para o desenvolvimento de um fungicida comercialmente viável, de atividade biológica específica e de baixo impacte ambiental.

O projeto tem marcado presença em numerosos e prestigiados eventos científicos nacionais e internacionais, de onde aqueles alunos trouxeram vários prémios e a responsabilidade de representar Portugal na final europeia do EUCYS. A competição, organizada pela Direção Geral da Investigação e da Inovação da Comissão Europeia, é disputada na Estónia entre 22 e 27 deste mês.

O ShealS é orientado cientificamente pelo Departamento de Ciências Florestais e Arquitetura Paisagista da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e pelo Departamento de Química e Bioquímica da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, sendo a empresa AlgaPlus parceira do projeto ao viabilizar o tratamento das algas utilizadas no estudo.