Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Jovens e seniores celebram o programa Aconchego
11-04-2018
"Quem estuda tem casa; quem tem casa tem companhia" - sob este lema, é renovado anualmente o programa Aconchego, promovido pela Câmara do Porto em parceria com a Federação Académica do Porto (FAP). O projeto, que junta jovens estudantes e seniores, foi celebrado ontem no já habitual encontro anual. 

Na Quinta da Bonjóia, pares intergeracionais partilharam experiências proporcionadas por um programa assente no conceito de ajuda mútua: cidadãos seniores que se sentem socialmente isolados recebem em sua casa jovens estudantes, passando a ter companhia; e jovens estudantes da Universidade do Porto com dificuldades de alojamento passam a ter onde residir.

Esta é uma dinâmica que se faz aos pares (um estudante e um senior), promotora do convívio entre gerações e solução para dois problemas: a falta de casa sentida por quem chega à cidade para estudar na U.Porto e a solidão que habita com muitos seniores.

Como destacou no encontro Fernando Paulo, vereador da Habitação e Coesão Social da Câmara do Porto, neste ano letivo o Aconchego "tem quinze pares ativos". Desde o lançamento do programa, em 2004, levou já a partilha de casa de 420 pessoas, ou seja, 210 pares.

Aos números associa-se o valor social e o património de afetos da iniciativa. A intenção passa, pois, por "potenciar e alargar o projeto, uma mais-valia para a comunidade".
"Dados mostram que os jovens, normalmente, acabam por permanecer no programa no decurso da sua licenciatura, mestrado ou doutoramento", facto que evidencia uma avaliação muito positiva do que está a ser feito e que vale a pena continuar" - salientou Fernando Paulo.

No encontro foram vários os participantes no Aconchego, bem como outros elementos associados ao projeto, nomeadamente Catarina Araújo, vereadora da Juventude e Desporto, que celebraram a validade do conceito.



Dado o seu caráter inovador e de empreendedorismo social, este programa foi premiado, em 2010, no concurso This is European Social Innovation, promovido pela Comissão Europeia e rede Eurocities. Em 2012, foi distinguido com o selo de Iniciativa de Elevado Potencial de Empreendedorismo Social, atribuído pelo Instituto de Empreendedorismo Social. Já em março passado foi selecionado como uma boa prática smart to-do/Ageing Summit. 

Devido à crescente visibilidade e sucesso da iniciativa, várias organizações da sociedade civil têm demonstrado interesse a replicar noutros concelhos e cidades do país.
Conheça melhor o programa Aconchego e formas de participação AQUI.