Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Jornal do Médio Oriente escreve sobre a importância do voo direto Porto-Dubai
29-07-2019
Um dos maiores jornais do Médio Oriente, o Gulf News, veio ao Porto saber quais as expectativas da cidade em torno da nova ligação aérea direta Porto-Dubai, operada pela Emirates, desde o início do mês de julho.

Em declarações à Gulf News, o vereador da Economia, Turismo e Comércio, Ricardo Valente, considera que a rota vai impulsionar o crescimento do turismo e, por consequência, trará benefícios tangíveis à economia local. A aposta de companhias de bandeira, como a Emirates, reflete, de resto, a confiança dos mercados externos na capacidade de atração da cidade do Porto, defende.

"Se há confiança num destino, a primeira coisa que teremos são voos diretos. Temos o exemplo dos EUA: os nossos turistas de origem americana aumentaram 35% quando foi inaugurada a rota Porto-Nova Iorque [através da United Airlines]. O mesmo aconteceu quando tivemos um voo direto para Toronto [operado pela Air Canada]. Se adicionarmos um voo direto, o destino fala por si", salientou o responsável, que tem observado o crescimento do potencial turístico da cidade nos últimos anos.

De destino de city break (estadias de curta duração), o Porto e a Região Norte estão agora a investir na oferta de um produto mais diversificado e os resultados estão à vista, afiança Ricardo Valente.

"Em termos de visitantes, os números oficiais revelam que cerca de três milhões de turistas visitam o Porto todos os anos. Mas acreditamos que o número verdadeiro estará próximo dos cinco milhões", afirmou o vereador à Gulf News, indicando ainda que o turismo tem já um peso de cerca de 20% na economia local.

Este crescimento, adianta, fica também a dever-se aos turistas transeuropeus, que chegam de países como o Brasil, EUA, Coreia do Sul, China, Japão, Austrália, entre outros, contribuindo para estadias mais prolongadas na cidade e na Região.

Segundo Ricardo Valente, o Médio Oriente representa um mercado "totalmente novo" para o Porto e, com ele, ganha-se a possibilidade de trazer para a cidade turistas e empresários de zonas mais longínquas do globo.

Por outro lado, esta vantagem competitiva é win-win (isto é, vantajosa para os dois lados). Ou seja, o voo direto para o Dubai, assegurado pela Emirates, vai levar a que mais portugueses optem por passar férias no Dubai, como já acontece "nos meses de inverno e na Passagem de Ano", estima o vereador. Algo a que não é alheia a atratividade do destino."No Dubai sentimo-nos em casa, na medida em que oferece um ambiente cosmopolita. Não só podemos usufruir dessa atmosfera, como ainda experienciar da cultura do Médio Oriente", acrescenta. 

Já a proposta de valor do Porto assenta no seu "lado humano", uma vez que é uma cidade que pode ser praticamente toda visitada "a pé", proporcionando aos visitantes uma experiência mais imersiva, remata o vereador.

Leia o artigo completo em www.gulfnews.com/