Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Cidade entregou a Medalha de Mérito Grau Ouro ao decano da Engenharia Joaquim Ribeiro Sarmento
27-07-2017

O engenheiro civil e professor jubilado Joaquim Augusto Ribeiro Sarmento recebeu hoje, em sua casa e rodeado pela família, a Medalha de Mérito Grau Ouro da Cidade, entregue pelo presidente da Câmara. A longa e exemplar carreira académica e profissional, bem como o património que a sua obra constitui para o Porto, justificaram a homenagem.


Por motivos de saúde, o professor jubilado da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, que este ano completa 101 anos de vida, não pôde estar presente na cerimónia de atribuição das Medalhas da Cidade no passado dia 9 de julho, razão por que a sessão decorreu hoje de manhã.


Associado a grandes projetos da cidade como o Estádio das Antas ou o Mercado do Bom Sucesso, Joaquim Augusto Ribeiro Sarmento nasceu no Porto, a 15 de dezembro de 1916. Na sua juventude frequentou o Liceu Alexandre Herculano, os preparatórios do Curso de Engenharia Civil, na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, e do curso de Engenharia Civil da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), que concluiu no ano letivo de 1938/1939, com a classificação final de dezassete valores.


Em 1940 foi nomeado Segundo Assistente na FEUP e apenas quatro anos mais tarde, em 1944, foi aprovado, por unanimidade, nas provas de doutoramento em Engenharia Civil na Faculdade de Engenharia. Em 1945 foi contratado como Primeiro Assistente na mesma instituição.


Ascendeu à categoria de Professor Catedrático Efetivo em 1968 e dirigiu a Faculdade de Engenharia entre Dezembro de 1973 e Abril de 1974.


Ao longo da sua carreira académica e profissional exerceu os mais variados cargos na área da Engenharia e mesmo depois de jubilado, em 1986, continuou a participar em júris de provas de doutoramento em Engenharia Civil e em júris de concurso para lugares de professor extraordinário, na FEUP.


A sua carreira brilhante na área da Engenharia permitiu-lhe associar-se a institutos, associações e academias de prestígio e receber diversos galardões; foi distinguido com o Prémio de Investigação Manuel Rocha, do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (1987); com o Prémio Leonardo da Vinci do SEFI (Société Européenne pour la Formation des Ingénieurs), o qual foi concedido pela primeira vez em 2003 a um português; e com a Grã-Cruz da Ordem da Instrução Pública (2005).


Dos trabalhos de Engenharia que fazem parte do seu currículo, destacam-se o Estádio do Futebol Clube do Porto (Estádio das Antas), as igrejas do Carvalhido e das Antas e os mercados de Matosinhos e do Bom Sucesso.