Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Já nasceu a 1.ª Bienal de Fotografia do Porto
17-05-2019

A primeira exposição da 1.ª Ci.CLO Bienal de Fotografia do Porto já está à espera de surpreender quem visite os Jardins do Palácio de Cristal. E a segunda é inaugurada às 18 horas desta sexta-feira, no átrio da Câmara do Porto.


A Ci.CLO Bienal de Fotografia do Porto foi dada como aberta com a inauguração de "Adaptação e Transição", ao final da tarde de ontem, nos Jardins do Palácio de Cristal. Trata-se de uma exposição que resulta do programa de criação artística desenvolvido no âmbito da própria bienal.


Aos nove artistas participantes foi lançado o desafio de criar projetos inéditos especificamente para os Jardins do Palácio de Cristal e a proposta curatorial pretende contribuir para o debate sócio-ecológico no domínio da cultura visual, apoiada na urgência de se desenvolverem novas formas de relacionamento humanos-natureza que suportem a estabilidade do meio ambiente e da biodiversidade.


A bienal, uma coprodução da Câmara do Porto com a Ci_CLO e que tem direção artística de Virgílio Ferreira, tem uma série de propostas até 2 de julho, a segunda das quais fica patente a partir de hoje nos Paços do Concelho. Chama-se "Surviving Humanity" e é composta por trabalhos do italiano Alberto Giuliani, que fará uma visita-guiada na inauguração.


Muitas mais exposições, oficinas e projetos-satélite fazem parte da Ci.CLO Bienal de Fotografia do Porto que, nesta edição inaugural, tem propostas com obras de 53 artistas nacionais e internacionais, apresentadas em 15 instituições históricas, culturais e artísticas de referência da cidade do Porto, tendo sido convidados 11 curadores para desenvolver, em conjunto com os artistas, projetos maioritariamente inéditos para estes espaços de intervenção.