Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Já estão online as cartas históricas interativas que contam a história da cidade
22-05-2018
O Arquivo Municipal do Porto começou a disponibilizar online um novo serviço de acesso às cartas históricas interativas da cidade. 

Lançado oficialmente na sessão do ciclo Um Objeto e seus Discursos por Semana, no passado sábado, no Gabinete do Munícipe, o projeto Cartas Históricas Interativas do Porto é de acesso gratuito e vem permitir um melhor conhecimento da evolução urbana da cidade ao longo dos tempos. 

A sessão contou com a participação do vereador dos Pelouros do Urbanismo e do Espaço Público e Património, Pedro Baganha, do técnico informático municipal José Pedro Paulo, que está a desenvolver estas mesmas cartas para o século XXI, e da diretora do Departamento Municipal de Cultura, Sofia Alves. Foram então explicados a forma como o serviço foi desenvolvido e os princípios que lhe estão subjacentes, sendo também exemplificada a navegação pelo portal.

O serviço foi desenvolvido sobre uma base SIG (Sistema de Informação Geográfica) potenciadora da interpretação espacial da evolução do território construído e permite a visualização cronológica de documentos históricos da cidade.

A entrada nas Cartas Históricas Interativas do Porto é inspirada na Planta Topográfica da Cidade do Porto de 1892, da autoria do militar Augusto Gerardo Teles Ferreira, que foi impressa a partir de uma pedra litográfica em calcário existente no Arquivo Municipal. A carta, à escala 1:5000, é da mesma autoria e foi encomendada pela Câmara Municipal do Porto com a finalidade de servir como instrumento de planeamento urbanístico, tendo sido a primeira planta do concelho a ser elaborada com rigor científico e para fins civis. 

O resultado é um retrato rigoroso da cidade no final do século XIX, onde estão representados edifícios, jardins, zonas rurais, ribeiros, entre outros elementos naturais e patrimoniais, o que se revela uma importante fonte para conhecer as transformações urbanas da cidade desde aquela época.

Entrando no serviço online, o utilizador tem a possibilidade de navegar pela cartografia e aceder à informação variada e conservada em arquivo que complementa a leitura cartográfica.

O conhecimento mais detalhado da cidade do Porto faz-se, para já, através de plantas à escala 1:500, 1:2500 e 1:5000, todas da mesma autoria, estando previsto o alargamento cronológico com mais camadas temporais, ora mais distantes como a Idade Média, ora mais próximas como os séculos XX e XXI.

Desenvolvido em conjunto pelas Direções Municipais de Sistemas de Informação, de Cultura e Ciência e de Urbanismo, o novo serviço pretende constituir-se como uma base de leitura histórica da cidade.

Saiba mais sobre as Cartas Históricas do Porto nesta ligação ou aceda direta e gratuitamente ao novo serviço clicando aqui: http://mipweb.cm-porto.pt/chip