Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Já é conhecido plano de mobilidade do Porto para a prova Red Bull Air Race
25-08-2017

Marcada para os dias 1, 2 e 3 de setembro, a Red Bull AirRace World Championship está de regresso às águas do Douro, entre as cidades do Porto e de Vila Nova de Gaia para a sexta jornada do campeonato do mundo.


Na sexta-feira (1 de setembro) há treinos livres, no sábado (2 de setembro) têm lugar as qualificações, ficando o domingo (3 de setembro) reservado para as várias rondas da competição, entre outros momentos relacionados com a aviação e a arte de voar que vão decorrer durante toda a semana que precede o evento.


O público pode acompanhar toda a ação nas margens de ambas as cidades, em vastas áreas de acesso livre, onde serão montados ecrãs gigantes, permitindo assim reter os melhores momentos com o apoio de comentadores especializados.


De modo a assegurar a eficácia de toda a operação montada para a prova e garantir ao público as melhores condições para assistir à competição, será necessário efetuar vários condicionamentos de trânsito com delimitação de perímetros de segurança (ver ao pormenor nos anexos).


Assim, na sexta-feira (1 de setembro), toda a Marginal do Douro vai estar proibida ao trânsito desde o Freixo até à Rua D. Pedro V, sendo que no sábado e domingo (2 e 3 de setembro) a proibição estende-se até ao Fluvial e inclui a Rua D. Pedro V.


No dia 2 e 3, a proibição de circulação viária inclui a Avenida dos Aliados, a Praça da Liberdade, Praça Almeida Garrett, a Rua Clube dos Fenianos, a Rua dos Heróis e dos Mártires de Angola e a Rua de Camões, entre a Rua de Gonçalo Cristóvão e a Rua de Alferes Malheiro, tudo no sentido descendente (norte/sul).


A ponte Luís I estará cortada ao trânsito, sendo também proibida a circulação de peões de 1 a 3 de setembro.


De notar que toda a zona do centro Histórico estará condicionada ao trânsito, com eventuais cortes que poderão ser reduzidos ou alargados conforme as condições de segurança o determinarem no momento, sob decisão da Polícia.


Estão também previstos corredores de emergência para as forças de segurança e socorro e demais entidades envolvidas em toda a operação de segurança e mobilidade preparada para a prova.


Todos estes condicionamentos vigoram entre as 08,00 e as 20,00 horas de cada um dos dias.


Conforme já anunciado pela organização, há mais de 40 entidades envolvidas no plano de segurança, entre Proteção Civil, PSP, GNR, INEM e Autoridade Marítima, autarquias Porto e Vila Nova de Gaia (e outras). Para além do cenário da prova, o plano estende-se aos aeródromos do Queimódromo e da Maia e nas vias de acesso às duas cidades.


A salientar que a Câmara do Porto preparou na Casa do Roseiral uma área reservada aos espectadores com mobilidade reduzida.