Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Invicta distinguida nos Óscares da museologia
27-05-2018
A cidade do Porto foi distinguida com quatro galardões na cerimónia de entrega de prémios da Associação Portuguesa de Museologia - APOM 2018, realizada na passada sexta-feira no Museu Nacional dos Coches, em Lisboa. 

Os prémios contemplaram várias instituições da cidade, destacando-se o Prémio Informação Turística, que foi atribuído ao "Porto Liberal - uma rota direta ao coração". Trata-se de uma iniciativa lançada há menos de um ano e que tem a Venerável Irmandade de Nossa Senhora da Lapa como promotora, sendo parceiros a Câmara do Porto, o Museu Militar do Porto, a Direção-Geral do Património Cultural, a Santa Casa da Misericórdia do Porto e a Direção Regional de Cultura do Norte.

Ainda no setor da Informação Turística, a Divisão Municipal de Museus e Património Cultural da Câmara do Porto recebeu uma Menção Honrosa pelo "Mapa de Arte Pública". Apresentado pela autarquia em julho do ano passado,com a inauguração de uma obra de Julião Sarmento, é um roteiro que conjuga esculturas e painéis de arte pública no Porto, acompanhando-os de uma sinopse auxiliar e agrupando-os em cinco itinerários temáticos que constituem propostas de atravessamento da cidade. A obra mais recente a integrar o Mapa foi a derradeira escultura de Alberto Carneiro, inaugurada no corrente mês no Largo de São Domingos.

Mas a edição dos Prémios APOM 2018 inclui mais dois galardões para a cidade do Porto. Assim, o Prémio Trabalho de Museografia foi atribuído à Galeria da Biodiversidade do Museu de História Natural e Ciência da Universidade do Porto, também inaugurada em 2017, na casa onde cresceram Ruben A. e Sophia de Mello Breyner.

Por seu lado, o Prémio Merchandising Cultural foi entregue ao MMIPO - Museu e Igreja da Misericórdia do Porto, outra instituição que vem prestigiando a cidade com intensa atividade cultural e onde esteve patente até à semana passada uma exposição dedicada ao processo criativo da Ribeira Negra pelo mestre Júlio Resende. 

Esta não é já a primeira vez que o Porto se destaca nos também chamados "Óscares" dos Museus: no ano passado, a cidade arrebatou quatro Prémios APOM e, em 2016, outros três tinham sido atribuídos ao Porto.