Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Investimento na inovação em 2020 serve o propósito da cidade inteligente
21-11-2019
O orçamento municipal reserva 4,3 milhões de euros para a Inovação em 2020, com o objetivo de contribuir para tornar a cidade do Porto numa referência no panorama nacional e internacional em áreas relacionadas com as cidades inteligentes.

Ao apostar na Inovação, o Município do Porto reconhece o papel de catalisador que esta área exerce na transformação da cidade e o próximo ano será o de consolidação e expansão dessa aposta. Ao nível dos serviços municipais, o investimento vai ser aplicado em áreas como a transição digital, empreendedorismo, gestão da inovação e desenho de serviços. De igual modo, é de esperar que mais inovação aprofunde a ligação entre todas as entidades que operam no concelho.

Neste eixo, será também uma prioridade contribuir para a promoção de políticas que potenciem o crescimento sustentado das novas empresas, designadas startups, com elevado potencial de desenvolvimento e internacionalização; um trabalho a ser realizado no contexto do ScaleUp Porto. Esta linha de ação deverá ainda contribuir para potenciar a utilização da infraestrutura da cidade numa lógica de "laboratório vivo", onde as startups, em articulação com as equipas técnicas do Município - e num processo de inovação aberta e de cocriação centrada em desafios reais do cidadão - têm acesso a uma rede de parceiros empresariais e tecnológicos, que as auxiliam a transformar os desafios da cidade em oportunidades de crescimento e desenvolvimento de soluções inovadoras. 

Será assim dada continuidade ao desenvolvimento da Convocatória aberta do ScaleUp Porto, que tem apoiado dezenas de startups na criação de ações inovadoras de elevado impacto, para a promoção da inovação e empreendedorismo. Só nas três primeiras edições, envolveu mais de 50 entidades e contou com mais de 10.000 participantes. 

Com base no novo espaço do "Porto Innovation Hub", inaugurado em 2019 e que recebeu dezenas de eventos desde então, contando com mais de 3.000 participantes, foi definido um plano de ação para 2020 assente nos seguintes pressupostos: reforço da ligação entre os principais parceiros na área de inovação; exploração de novas ferramentas e metodologias de apoio ao desenvolvimento de serviços inovadores para o cidadão e para os técnicos do Município; lógica de inovação aberta, com foco nos resultados e impacto direto nas necessidades dos cidadãos e das comunidades locais. 

Mais rede wi-fi na cidade

O processo de reorganização e consolidação da plataforma tecnológica da cidade, com base na expansão da nova política para a gestão de dados e de informação, será outra das tarefas prioritárias no âmbito da inovação em 2020. De fora não ficará também a evolução da plataforma de dados aberta do Município e, ainda, a sensorização da cidade. 

Já no contexto do processo de transformação digital, o orçamento municipal vai dar seguimento ao desenvolvimento da estratégia de consolidação infraestrutural (comunicações e centro de dados). Nesta componente, enquadra-se a expansão da rede wi-fi da cidade, aumentando a sua capacidade e cobertura. 

Por fim, na área da transição digital, será feito um reforço nas infraestruturas de apoio à Gestão integrada da cidade, nomeadamente com o alargamento do âmbito da Plataforma Urbana Digital, com especial relevo para os serviços de análise de dados e vídeoproteção, operados a partir do CGI - Centro de Gestão Integrada.