Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Câmara do Porto investiu 2,5 M
21-09-2015

O investimento da autarquia nas escolas do ensino básico neste início de ano lectivo quadruplicou em relação a 2014, com obras e equipamentos  que atingem cerca de 2,5 milhões de euros. O presidente da Câmara do Porto sublinhou hoje que a atenção dada ao setor é "um trabalho continuado que não pode parar nunca", até porque, "à medida que vão ficando escolas prontas, outras vão ter carências". Este grande aumento do investimento resulta da aplicação do saldo gerência resultante das boas contas à moda do Porto levado a cabo pelo executivo de Rui Moreira.


Rui Moreira, acompanhado pela vice-presidente e vereadora da Educação, Guilhermina Rego, visitou, esta manhã, a Escola Básica Augusto Lessa, recentemente requalificada pela autarquia, assistindo também à entrega do Kit Mochila aos alunos do primeiro ano.


"Neste ano letivo, as escolas básicas do concelho receberam um investimento de cerca de 2,5 milhões de euros, o que representa um esforço significativo para o município mas que tem de ser feito numa comunidade escolar com 10 mil crianças, o que é significativo numa cidade como a nossa", afirmou Rui Moreira depois da visita à escola básica Augusto Lessa.


Em declarações aos jornalistas, Rui Moreira destacou também a "opção política" da atual maioria camarária em valorizar o espaço exterior e os recreios escolares, os únicos espaços onde "muitas crianças têm a oportunidade de estar ao ar livre e ter atividades lúdicas". A vereadora da Educação referiu que os espaços exteriores das escolas básicas do concelho, sob a tutela da Câmara, vão ser requalificados.


Para além deste estabelecimento de ensino, frequentado por 235 crianças (170 no primeiro ciclo e 65 no jardim de infância), a Câmara do Porto fez ainda obras nos recreios, cantinas e espaços interiores das Escolas Básicas Fernão de Magalhães, da Torrinha, da Corujeira e da Constituição.


Até ao final do ano, a autarquia vai intervir nas Escolas Básicas do Castelos, Fonte da Moura, Vilarinha e Viso. Além das obras, o Município investe também mais 200 mil euros em mobiliário e apetrechamento das salas de aulas, em materiais educativos e recreio. Disponibilizou também para 1.770 alunos do primeiro ano de escolaridade o kit mochila e mil mini kits de natação.


Novidade é, também, a disponibilização de lanche para os alunos do pré-escolar, que já usufruíam de almoço, tal como os do primeiro ciclo.