Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Impro Sharana é um novo conceito de improvisação musical em diálogo com a dança contemporânea
04-05-2018

O Festival DDD - Dias da Dança apresenta a partir de hoje o regresso da bailarina indiana Shantala Shivalingappa ao Teatro Nacional São João, para a estreia nacional de um concerto coreografado que reúne amigos sob os bons auspícios do deus hindu Shiva. Fica em cena até domingo.


Depois de se ter destacado com os seus solos em Bamboo Blues, de Pina Bausch - espetáculo que esteve em cena no TNSJ em 2011 - Shantala Shivalingappa regressa ao Porto para a estreia nacional de Impro Sharana, apresentado pela primeira vez em Girona, em 2014, e resultante da colaboração com Ferran Savall (filho de Montserrat Figueras e Jordi Savall), responsável pela criação musical do espetáculo.


Impro Sharana apresenta um encontro entre amigos, numa cenografia que procura recriar uma sala de estar íntima e acolhedora, sob os bons auspícios de Shiva, o deus hindu da dança e do movimento. É neste espaço que Shantala incorpora e expressa as músicas improvisadas de Ferran, ao mesmo tempo que o músico imagina e cria uma banda sonora para esse corpo em movimento.


Essa tradução simultânea demonstra a profundidade, a sinceridade e a espontaneidade de cada ação. A improvisação tem como ponto de partida motivos e padrões que criam harmonia e acompanham a dinâmica do momento, resultando num encontro entre culturas e tempos - o ocidente e o oriente, o ancestral e o contemporâneo.


Filha da bailarina Savitry Nair, Shantala Shivalingappa nasceu no sul da Índia, mas foi criada em Paris, no coração da Europa. Desde cedo, dedicou-se à dança "kuchipudi", preocupando-se em trazer a pureza e graciosidade oriental ao público ocidental.


Impro Sharana resulta da coprodução internacional entre [H]ikari - Compagnie Shantala Shivalingappa (Nantes), Mercat de les Flors (Barcelona), Festival Temporada Alta (Girona), FIND - India-Europe Foundation for New Dialogues (Roma) e CIMA - Fundació Centre Internacional de Música Antiga (Barcelona).


O espetáculo, para maiores de seis anos, sobe ao palco nesta sexta-feira às 22 horas, no sábado às 19 e no domingo às 17 horas. O preço dos bilhetes varia entre os 7,50 e os 16 euros.


Técnicas de dança indiana

Entretanto, no domingo dia 6, decorre também no TNSJ uma masterclass com Shantala Shivalingappa, destinada a estudantes ou profissionais com prática avançada em dança.


A ação, que se realiza entre as 12h00 e as 13h30, está centrada no "despertar da consciência do corpo e da voz", partindo da exploração de pequenos gestos e de algumas técnicas de canto clássico do sul da Índia.


A inscrição é gratuita, mediante a apresentação do bilhete para o espetáculo, num mínimo de 15 participantes e máximo de 20.

+Info