Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Identidade do Mercado do Bolhão está nos que o vivem
25-10-2019
A cidade está convocada para falar e ouvir falar do seu Bolhão, na tarde deste sábado. A identidade do mercado é o tema em cima do balcão, a partir das 15 horas, com acesso livre.

Mais do que um simples mercado de frescos, o Bolhão faz parte da identidade do Porto, é nome de rua e de vários estabelecimentos comerciais. E a sua própria identidade resulta de todos quantos o vivem diariamente, desde sempre no edifício tradicional, mas também no Temporário enquanto decorre a reabilitação do outro.

Vendedores e fregueses, comerciantes e clientes, são todos eles que fazem do Mercado do Bolhão uma instituição da cidade com que o próprio se confunde, onde é referência, tanto comercial como arquitetónica, tanto geográfica como cultural.

É por isso que o Bolhão é muito mais do que um simples mercado de frescos e que a cidade está finalmente empenhada em devolver-lhe a vida própria em todo o seu esplendor e ainda com mais dignidade e conforto.

Mas, no meio de tudo isso, onde está a identidade do Bolhão? A resposta, apesar de lógica, é tema da tertúlia que se adivinha interessante para preencher a próxima sessão dos "Sábados à conversa", pelas 15 horas de amanhã no Mercado Temporário do Bolhão, com a colaboração da Divisão Municipal de Património Cultural da Câmara do Porto.

"A identidade do Bolhão" vai por isso focar-se nas características e nas gentes que, ao longo dos tempos, moldam e transformam o mercado de frescos que é uma tão importante parte da cidade, porque não há Bolhão sem Porto nem Porto sem Bolhão.