Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

História e autobiografia cruzam-se no novo trabalho de Ana Pérez-Quiroga
26-09-2018

Um novo projeto de raiz sociopolítica da artista plástica Ana Pérez-Quiroga, que tem o apoio do programa municipal Criatório, está a levantar uma série de interrogações no Kubikulo, espaço provocativo de proposta irreverente que integra a Kubikgallery (Rua da Restauração, 6).


"¿De que casa eres? Los niños de Rusia. Episodios de un cotidiano" é um projeto de investigação e materialização artística sobre um fenómeno sociopolítico da História de Espanha: o exílio de 2895 crianças republicanas na União Soviética, devido à Guerra Civil espanhola; o impacto que a invasão alemã da URSS durante a II Guerra Mundial teve nestas crianças; e os 19 anos passados na URSS até ao regresso a Espanha (1937-1956).


"Sendo um fenómeno da História de Espanha, tem ligações ao nível da História da Europa e do Ocidente", mas "tem também um cariz autobiográfico, dado que a minha mãe e tia integravam este grupo de crianças exiladas", revela a artista.


"¿De que casa eres?" era a pergunta comum entre essas crianças quando se encontravam durante a estadia na Rússia e mesmo depois de regressadas a Espanha, diz ainda Ana Pérez-Quiroga, acrescentando que "é também a expressão que comporta a dimensão da identidade: Quem somos? A quem e onde pertencemos? País? Família? Grupo?".


Ana Pérez-Quiroga, doutorada em Arte Contemporânea, mestre em Arte e licenciada em Escultura, expõe regularmente desde 1999 em Portugal e no estrangeiro. Trabalha com instalação, objetos, fotografia e performance, e as suas temáticas centram-se no quotidiano e seu mapeamento, a importância dos objetos e problemáticas de género.