Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Grupo israelita investe 47 milhões de euros no Bonfim
07-07-2020
Um empreendimento residencial, com capacidade para cerca de 200 apartamentos, e um empreendimento turístico vão nascer na freguesia do Bonfim, pela mão do grupo Fortera que, associados aos também israelistas Issta Lines e Fattal, planeiam investir só nesta zona da cidade 47 milhões de euros. 

O início da construção dos dois empreendimentos é aguardada ainda para este ano, avança o Jornal de Negócios, que também informa que os terrenos foram adquiridos pela promotora imobiliária Fortera, de capitais israelitas, em agosto de 2019.

A crise pandémica não veio assim alterar os planos destes investidores, dando força a outras notícias antecedentes que referem que o Porto continua a ser uma cidade atrativa para a instalação de empresas internacionais, e que o investimento estrangeiro mantém a tendência positiva e antecipa reforçar a atividade na cidade, de acordo com um estudo promovido pelo Município, através do gabinete de atração de investimento InvestPorto.

Neste investimento aproximado de 50 milhões de euros, 20 milhões de euros estão reservados para a construção de um empreendimento residencial "com cerca de 200 apartamentos", virados para a Rua do Bonfim.

No mesmo quarteirão, mas virado para a Avenida de Camilo, em frente ao Liceu Alexandre Herculano, "deverá nascer um hotel de cinco estrelas, com 258 quartos e aproximadamente 16.500 metros quadrados, num investimento orçado em 27 milhões de euros", assinala a mesma publicação, segundo declarações do CEO do grupo Fortera, Elad Dror.

Para estes dois investimentos, a empresa conta com dois parceiros igualmente israelitas, sendo que cada um detém um terço do capital da sociedade promotora. São eles os grupos Issta Lines e Fattal, a maior agência de viagens e o maior grupo hoteleiro de Israel, respetivamente.

Com prazo de arranque ainda em 2020, as obras devem terminar no verão de 2023, estima a mesma fonte.

Em fevereiro deste, a zona do Bonfim foi apontada pelo jornal britânico The Guardian como um dos bairros mais "cool" da Europa, pois além da sua localização privilegiada, entre o centro da cidade e a zona mais oriental, é hoje muito procurada por uma população mais jovem e criativa.