Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Grupo Erasmus+ apresenta no Porto o projeto STEAM de inovação pedagógica
22-10-2018

Professores e estudantes do grupo de trabalho Erasmus+, oriundos de países como a Bélgica, Eslovénia, Grécia, Itália e Suécia, e da representação portuguesa através do Conservatório de Música do Porto, que é a instituição anfitriã da comitiva, estão a apresentar na cidade o projeto STEAM, uma metodologia pedagógica que utiliza a Ciência (S), Tecnologia (T), Engenharia (E), Arte (A) e Matemática (M) para concretizar objetivos de construção de aprendizagens.


O grupo Erasmus+ foi recebido, esta manhã, nos Paços do Concelho pelo vereador da Educação, Habitação e Coesão Social, Fernando Paulo, que salientou ser "o Porto uma cidade aberta e cada vez mais reconhecida a nível internacional para ser a anfitriã de eventos internacionais, nomeadamente desta jornada de cooperação entre vários parceiros internacionais". 


A meta do projeto é fomentar uma aprendizagem promotora do diálogo e do pensamento crítico por parte dos alunos, contextualizada por uma Europa em mudança.


O vereador da Educação reafirmou o compromisso de cooperação que a cidade do Porto assume nesta jornada para "criar saber e conhecimento e assim contribuir para a inovação, transformando-a em negócios e qualidade de vida".


Os objetivos deste grupo de trabalho com professores e alunos dos vários países são dois: "o primeiro é a criação de recursos educativos para estudantes do ensino secundário, que poderão ser acedidos por todos os professores da União Europeia; o segundo objetivo vai ao encontro do que o senhor vereador afirmou, que é a cooperação, e dessa cooperação resulta uma obra de Arte conjunta que operacionaliza estes conteúdos de Ciências, Tecnologias, Engenharias, Artes e Matemática", a qual será apresentada no Parlamento Europeu no dia 20 de abril de 2019, como apontou Filip Robyn, da delegação belga e que partilha com o diretor do Conservatório do Porto, António Moreira Jorge, a coordenação do projeto.


O Erasmus+ é o programa da União Europeia que atua nas áreas da educação, formação, juventude e desporto para o período de 2014-2020, com a missão de apoiar a execução da estratégia Europa 2020 para o crescimento, o emprego, a justiça social e a inclusão.


Este programa tem uma dimensão intra-europeia e internacional, ao nível da cooperação, com base nos resultados de mais de 25 anos de programas europeus nos domínios acima referidos, de forma a remover barreiras artificiais entre os vários tipos de ações e projetos, para atrair novos intervenientes do mundo do trabalho e da sociedade civil, estimulando novas formas de cooperação com a missão de desenvolver o capital humano e social no contexto Europeu e extra-europeu.


No final do projeto, cada escola apresentará um tema relacionado com uma figura nacional reconhecida e histórica, de molde a incentivar a aprendizagem intercultural de todos os participantes.


Pelos olhos dos estudantes


Os alunos de ensino secundário que participam neste grupo de trabalho, com idades entre os 16 aos 18 anos, estudam Matemática, Ciências, Ciências Sociais e Internacionais e Línguas. Estão particularmente satisfeitos por poderem participar neste projeto no Porto, cidade que associam ao rio Douro, às pontes, ao vinho, à torre dos Clérigos e aos Faróis da Foz.


Para Rania, da Suécia, "a surpresa foi ver o ambiente old school dos edifícios. A cidade é mesmo bonita!", além de que, para a grega Lia, "parece ser uma cidade muito animada".


Por sua vez, Dajo, que veio de Itália, afirma que "chegámos ontem e ainda não tivemos tempo para ver muito, mas tenho grandes expectativas: quero conhecer o vinho, as pontes e a comida".


Para já, começaram por visitar o edifício da Câmara do Porto, a convite do vereador da Educação, após a cerimónia de boas-vindas.