Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Galeria Municipal do Porto inaugura "Estar Vivo é o Contrário de Estar Morto"
16-09-2019
A Galeria Municipal do Porto inaugura a 5 de outubro a exposição "Estar Vivo é o Contrário de Estar Morto", com curadoria de Guilherme Blanc e Luísa Saraiva.

A exposição, que tem abertura marcada para as 17 horas, reúne um conjunto de obras performativas, pictóricas e fílmicas que propõem uma reflexão sobre a relação do ser humano com o meio natural e um questionamento sobre o estado de vulnerabilidade de todos os seres vivos no contexto de diversas dinâmicas contemporâneas. Entre "o absurdo e o comum, o verosímil e o inverosímil", a exposição aborda estas problemáticas através de um conjunto diverso de práticas artísticas.

"Estar Vivo é o Contrário de Estar Morto" inclui obras de artistas provenientes de diferentes práticas artísticas e diversas geografias culturais: Sophia Al-Maria; Cao Fei; Julia Gruner; HARTMANNMUELLER; Eva Meyer-Keller; Renato Leotta; Pedro Magalhães; Rita Nátálio & João dos Santos Martins; Mumtazz; Calixto Neto; Damián Ortega; Musa paradisiaca; Gabriel Rico; Gabriel Sierra; Karlheinz Stockhausen; Bergado/Terebentina e Pedro Tudela.

O projeto expositivo especula sobre as barreiras da relação entre o humano e o não-humano, nomeadamente através de "processos de reinterpretação de subjetividades e de reconfiguração do direito à existência".

Após a inauguração, decorre a primeira de oito performances do fagotista Pedro Silva, que irá interpretar a peça musical "In Freundschaft", de Karlheinz Stockhausen.

A exposição "Estar Vivo é o Contrário de Estar Morto", de entrada livre, poderá ser visitada de 5 de outubro a 17 de novembro, de terça-feira a sábado entre as 10 e as 18 horas e ao domingo entre as 14 e as 16 horas.

O programa completo da Galeria Municipal do Porto pode ser consultado AQUI.