Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Futuro da mobilidade é elétrico e partilhado
04-07-2018
A mobilidade partilhada e a eletrificação dos veículos são realidades que vão expandir-se de forma muito acentuada na próxima década, e é um desafio grande criar oportunidades de investimento para que essa mudança aconteça. Estas foram algumas das principais premissas da manhã de trabalho da primeira edição do MOB Lab Congress, que está a decorrer hoje na Fundação Dr. António Cupertino de Miranda. 

A iniciativa, organizada em conjunto pela Câmara do Porto e pela IFE by Abilways, pretende ver debatidas questões-chave como Mobilidade on demand, Mobilidade elétrica, Transportes e veículos autónomos, Conetividade e segurança, Cenário legal e fiscal da mobilidade e toda a nova Economia Digital.

Cristina Pimentel, vereadora dos Transportes da Câmara do Porto, que teve a seu cargo a sessão de abertura da iniciativa, defende que os sistemas de mobilidade do futuro devem focar-se na possibilidade de escolha e na resposta às necessidades dos utentes, nomeadamente em termos de segurança, conforto, rapidez, flexibilidade de soluções de transporte e disponibilidade de informação.

Por sua vez, André Dias, do Centro de Excelência e Inovação para a Indústria Automóvel (CEIIA) e um dos oradores do painel "Transformação Digital: a transformação que cria oportunidades e gera ameaças", sublinhou que vem aí "uma mudança de comportamento enorme em termos da forma como as pessoas abordam o modo como se movem e como escolhem o modo como se movem".

Ainda durante a manhã, Carlos Oliveira, da Soltráfego, uma empresa tecnológica portuguesa que atua no mercado de engenharia de mobilidade urbana e gestão de tráfego, referiu que "criar condições para melhorar a mobilidade passará por uma maior oferta de transporte público, de uma maior informação do cidadão, que deverá saber, através do seu 'smartphone', que dentro de dois minutos tem um autocarro que passa perto e que pode aproveitar".

Já o docente e investigador da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, especialista na área dos transportes, Álvaro Costa, alertou que o foco tem sido na tecnologia, mas "ninguém está focado a tirar valor da informação".

O MOB Lab Congress é dirigido a profissionais dos setores dos Transportes, Tecnologia, Energia, Telecomunicações, Ambiente e Inovação e está organizado em três formatos de conversa - Sharing Opinions, Sharing Knowledge, Sharing Experiences - que se traduzem em debates, apresentações de tendências e partilha de experiências práticas por parte de alguns dos maiores especialistas nestas áreas.